Colunistas

Raposão avisa: a patifaria continua!

publicado em 9 de maio de 2020 - Por João Raposo

Raposão há algumas semanas alertou para a roubalheira que pode estar ocorrendo pelo Brasil afora, afinal, aproveitando o estado de emergência em virtude do coronavírus, muitas prefeituras e Estados estão comprando as mais diversas coisas sem licitação. Ora, se tratando de Brasil, onde comprando com as regras rígidas de um processo de licitação já “dá problema”, imagine então comprando de “maneira livre”, como estão fazendo, o que isso pode dar? Resposta: corrupção, ladroeira, desvios, etc.

Às vezes chego a pensar que essa pandemia “só vai acabar quando não tiver mais dinheiro público para comprar sem licitação”, pois enquanto essa “mamata” estiver ocorrendo, quem é que vai querer terminar com a quarentena? Exagero de Raposão? Talvez! A verdade é que o tempo irá dizer o tamanho da roubalheira que está ocorrendo no Brasil com essa tal covid19!

Aguardemos…

FALANDO EM COMPRAS…  

…sem licitação, Raposão achou muito estranho o preço pago pelo Governo do Estado de São Paulo (governador João Dória) em respiradores vindos da “China” (fala a verdade: esses chineses são bons “prá chuchu”! Eles inventam o vírus e ainda vendem o tratamento!). Pois bem, sem licitação (como na época atual a lei permite), o governo Dória comprou 3 mil respiradores ao preço de 183.000,00 cada um, preço este quase 6 vezes maior que alguns Estados andaram comprando.

Como se vê, o governador ditador paulista continua firme com sua campanha de fazer com que “NUNCA MAIS VOTEMOS NELE!”. Por enquanto a campanha está um “sucesso”!

Ah: curiosamente, o ditador não é quem muita gente pensou que seria.

ISTO É MUITO MAIS QUE PATIFARIA!

Em plena onde de corona (Raposão sempre repete isso para mostrar até onde chega a canalhice de alguns políticos, que não medem esforços para “detonar” a população), você acredita que dois deputados estaduais do PT (José Américo e Paulo Fiorillo) apresentaram projeto de lei na Assembleia Legislativa de São Paulo propondo que o ITCMD (imposto que a pessoa paga para transferir os bens de parente falecido) passe de 4% para até 8%? Você acredita nisso?

Alô Edmir Chedid: não deixa esse projeto passar aí na Assembleia não, pelo amor de Deus!

Aguardemos…

LEGAL, MAS IMORAL!

Acredite se quiser: o Ministério Público (MP) do Mato Grosso (MT) “criou” um auxílio de até R$1.000,00 para “indenizar” seus membros das despesas decorrentes de gastos relativos à saúde. Servidores receberão R$500,00 e procuradores e promotores R$1.000,00 e tal verba é prevista em lei.

O Brasil decididamente não tem jeito!!!

FIQUE EM CASA?

Vai passando o tempo e cada vez mais está se comprovando que as atitudes da maioria dos governos estão se limitando a mandar e obrigar as pessoas ficarem em casa e mais nada! Pois, acredite se quiser: o Brasil hoje (após mais de 60 dias “disso tudo” ter começado para valer) está ocupando a 126ª colocação dos países que fazem testes para ver quem está com covid19.

Isso é uma vergoooooonhaaa!

PERIMETRAL

Raposão ficou feliz em saber que verba para finalmente construir a perimetral (unindo a estrada Bragança-Itatiba com a Bragança-Socorro) vai chegar para a Prefeitura.

Só peço uma coisa, pelo amor de Deus: não façam a perimetral estreita! Se possível com pelo menos 2 pistas de ida e 2 de volta! Chega de avenidas estreitas em Bragança!

CALA A BOCA!

Outro dia desta semana, Bolsonaro, naquele encontro que tem todos os dias na entrada e saída do Palácio do Planalto, gritou “calem a boca”, se dirigindo aos repórteres que lá estavam.

Confesso que achei uma atitude mal educada, a qual Raposão não aprova. Mas, sinceramente, se fosse para escolher, prefiro muito mais ver um presidente mandar a imprensa calar a boca desse jeito, do que calar a boca dela com “dinheiro público”, como sempre foi feito no Brasil.

Não é?

 – O advogado João José Raposo de Medeiros Júnior é colaborador do BJD desde 1982.