Colunistas

O poder da queimada

publicado em 27 de outubro de 2020 - Por Ambiente em Pauta

Há muito tempo temos sofrido com os impactos das queimadas pelo mundo, e agora, principalmente, na nossa região. Uma prática questionável por alguns e comum para outros, mas para além de suas razões e, sim, das consequências que vivenciamos dessa ação, podemos investigar algumas atitudes que podemos tomar enquanto cidadãos conscientes.

É possível começar a mensurar as consequências através dos dados deste ano, 2020, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) em que foram registrados os maiores focos de queimadas no Amazonas. Trazendo como consequência alterações no equilíbrio dos ecossistemas, desertificação ambiental, mudança da temperatura e umidade do solo, manutenção e controle de fauna e flora, diminuição da biodiversidade, aumento da emissão de gases poluentes, piora a qualidade do ar, contribui para o aumento da poluição do ar, intensifica o efeito estufa e o aquecimento global, de acordo com Toda Matéria (2020).

Mas além dos dados, com a percepção dos trágicos resultados devemos pensar em como mudar nossas atitudes, que em certa escala podem causar essas queimadas, tanto quanto indivíduos e coletividade, levando conhecimento para outros estratos da sociedade.

Bom, devemos orientar aqueles que fumam a andar com suas bituqueiras de bolso para que pequenos cigarros não sejam causa de um estrago gigantesco; para quem mora na zona rural, a queimada é um tanto quanto cotidiana ao depender das necessidades, se mostrando necessário uma orientação e apoio para que as atividades de lavoura continuem a acontecer. É claro que quando vemos um incêndio é aconselhável acionar o corpo de Bombeiros (193) para emergência e a Defesa Civil para apoio.

Portanto, faz parte da nossa responsabilidade para ajudar a manter o próprio espaço em que fazemos usufruto seja saudável para todos. Ainda existem muitas maneiras de ajudar populações que sofreram com queimadas e tomando como base um acontecimento na nossa Região Bragantina, na zona da Serrinha ocorreu uma queimada imensurável com inúmeros danos quanto à  biodiversidade e para a população local e pessoas que utilizam do espaço. E agora está sendo feito um plantio coletivo para ajudar na restauração do solo e biodiversidade do espaço nos dias 23, 24 e 25 de outubro. Maiores informações no site: https://www.sympla.com.br/mutirao-de-plantio-no-galpao-busca-vida__979889. Fontes: Queimadas: causas e consequências

https://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2020/10/11/queimadas-no-amazonas-em-2020-superam-recorde-de-2005-e-registram-maior-numero-da-historia.ghtml

Laíza Teixeira Pedrosoecnóloga e Educadora Ambiental, colaboradora do Coletivo Socioambiental e Associação Bragança Mais, e-mail para sugestão e diálogos: laizateixeirapedroso@gmail.com