Colunistas

O pensar socioambiental

publicado em 17 de setembro de 2019 - Por Ambiente em Pauta

Há muito tempo temos pensado e raciocinado de forma exclusiva, hegemônica, pequena, fortalecendo pensamentos individuais em escala hierárquica e com as novas demandas sociais e ambientais se expondo com maior evidência, se faz necessário a busca de soluções mais amplas e o pensamento complexo pode nos trazer isso.

O pensamento complexo vai além, abre portas para o acolhimento de diferentes versões do mesmo assunto, mostra novas possibilidades e oportunidades, mostra diversidade, traz a integração entre os seres humanos através de diálogos, ao mesmo tempo que envolve os indivíduos também se faz autocritico como um ser pensante.

Através desse pensamento elaborado de forma individual e coletiva trará soluções e respostas para as dificuldades que enfrentamos, e com isso vem a participação genuína dos envolvidos a fim de construir sociedades sustentáveis, pensando como um dentro de um todo, trocando informações com o outro e pensando junto agimos baseado nessas experiências.

Esse pensamento complexo é ponte direta entre os seres humanos, contudo pensar muito, sempre, sozinha e/ou em conjunto é um desafio de todos, é difícil, cansativo, exaustivo, não é confortante como apenas acreditar que tudo que poderia ser pensado já foi refletido e imposto,é preciso acreditar em nossa força e nos libertar desses antigos dogmas que nos prendem a limites que não existem, afinal somos nos que nos impomos limites, que possamos pensar e nos esforçar para manter a resistência em prol da mudanças transformadoras.

Portanto, para se pensar com complexidade é preciso possuir algumas atitudes como a observação e escuta ativa, abertura mental; capacidade de enfrentar o desconhecido, perguntar, desequilibrar, argumentar, dialogar, ter flexibilidade,respeito e capacidade de sonhar futuros possíveis e desejáveis.

Que possamos pensar e agir com sabedoria a fim de transacionar para sociedades sustentáveis com mais amor com o nosso sistema natural que nos acolhe. Este texto faz referência a uma síntese de Rodrigo Arce Rojas intitulada Pensamento complexo para a expansão da consciência socioambiental.

Laíza Teixeira Pedroso, Tecnóloga Ambiental, colaboradora do Coletivo Socioambiental e Associação Bragança Mais.