Colunistas

Nikolay Rimsky-Korsakov (1844-1908)

publicado em 25 de maio de 2018 - Por Odila Baisi

Nikolay Rimsky-Korsakov nasceu na pequena cidade de Tikhvine em 1844 e morreu em Liubensk em 1908. Foi general da frota Imperial russa, mas depois chegou a ser um dos compositores mais importantes de sua época, criador de uma “escola” e reconhecido em todo o mundo por suas composições.

Era membro de uma família da nobreza campesina, de boa posição econômica e depois de concluir a Escola de Cadetes da Marinha de São Petersburgo aos dezoito anos, percorreu meio mundo em um cruzeiro por três anos e após, decidiu dedicar-se à música.

Korsakov desde a infância foi um menino precocemente dotado para a música. Iniciou os estudos de piano aos seis anos de idade e logo demonstrou excelente aptidão não só como interprete, mas também como possível compositor. Foi em São Petersburgo, enquanto estudava para ser oficial da marinha russa, que teve a oportunidade de frequentar os meios musicais.

Foi ali que o jovem Nikolay começou a saborear a música, já que, até então, os professores pouco tinham lhe ensinado. Pode-se dizer que até aquele momento foi um autodidata. E ali teve a oportunidade de manter relações com artistas, intérpretes e compositores mais importantes da época, como Glinka, Cesar Cui, Balakirev, Mussorgsky e Borodin. Com os quatro últimos, Korsakov formou o Grupo dos Cinco (Glinka, o mais velho, foi o modelo que escolheram para aderir á sua estética, inspirada na música popular russa).

Porém, aos poucos o grupo foi se desintegrando, mesmo porque era composto por figuras com tendências estéticas bastante diferentes. Muitas obras de Rimsky-korsakov continuam no repertório russo, sobretudo as óperas “A Moça de Psikov” (1873),  “Floco de Neve” (1882), “Sadko” (1896), “Kitaj”(1904) e  “O Galo de Ouro” (1907).