Colunistas

Mais uma promessa

publicado em 1 de fevereiro de 2020 - Por Marcus Valle

Mais uma vez anunciam em Bragança a duplicação das estradas Bragança-Socorro, e Bragança-Itatiba. Dessa vez foi vice-governador. Normalmente esses anúncios são feitos nos anos eleitorais. Quero estar errado… mas…

2- Conservação difícil

Está difícil a questão da conservação da cidade. Reclamações em todos os cantos (Norte-Sul-Leste-Oeste) sobre buracos nos leitos carroçáveis (ruas e avenidas), nas calçadas, e principalmente do mato, presente em todos os bairros.

3- Vários locais – mato e buracos

Eu como vereador recebo reclamações constantes sobre mato e buracos. Santa Helena, Jardim Califórnia, São José, Parque dos Estados, Jardim Sevilla, Taboão (próximo ao Ferroviário), Águas Claras, São Lourenço são algumas dos locais que me referiram essa semana.

4- Problemas que estouraram

Não bastassem esses problemas com mato e buracos, ocorreram outros problemas que na verdade são crônicos e “estouraram” neste verão. O primeiro são as enchentes (cujas causas são múltiplas, e antigas), e o segundo, um afundamento da rotatória do Lavapés (também causado por eventos anteriores) que demorará e custará muito para ser resolvido.

5- Vai demorar muito?

Outro problema inesperado que deve ser equacionado é o lago do Orfeu (Jardim Europa), que foi esvaziado em parte recentemente, devido a problemas na barragem. Pelo que sentimos, o problema vai pendurar por muito tempo. Falando em lago, a notícia boa é o inicio das obras no Lago da Hípica, há muitos anos com problemas.

6- Obras no Lago Taboão

No Lago do Taboão as obras continuam nas margens, e a grande preocupação dos comerciantes, prestadores de serviço e freqüentadores é com o estacionamento no local (possível redução de vagas). Também, a maioria das pessoas não gostou de um muro feito num local de eventos, que ficou esteticamente ruim.

7- Gostaram muito

Em relação a caiaques, pedalinhos e standaps, os frequentadores do Lago do Taboão gostaram muito.
Sugerimos várias vezes, e agora reiteramos, que tais opções esportivas e de lazer devem ser implantadas de forma permanente (com segurança).

8- Trânsito: Ruim

Outro ponto que está gerando muitas críticas à atual administração é o trânsito. É verdade que temos muitos veículos em Bragança (mais de 100 mil) e parte das vias são antigas, com topografia acidentada. Mas as alterações feitas por essa administração na 9 de julho, retirada de rotatórias na Imigrantes, piorou tudo. Hoje há mais engarrafamentos, e lentidão.

9- Sobre Concurso

Conforme nos indagaram na semana passada: quando serão chamados os aprovados em concurso para direção de escola? Por que ainda não ocorreu esse chamamento?

É verdade que se fossem chamados os aprovados, os gastos dos salários seriam menores?

Legalmente falando: – Não há problemas em não termos pessoas concursadas nos cargos?

10- Licitação de obras

Anunciadas licitações para reforma das praças centrais, Rosário e Matadouro.

É bom que ocorram as obras, mas é fundamental que se conservem os locais.

11- Parques e Praças

Gosto muito de caminhar em áreas verdes e sempre nos novos (Jardim América, Araucárias e Norte Sul). Eles têm recebido alguma conservação, mas com as chuvas há muito mato. Os do São Miguel e Matadouro estão bem detonados, e o do Lago do Orfeu complicado com os problemas ocorridos. O Jardim Público está razoável, e o Taboão em obras, assim como as margens do Tanque do Moinho.

12- Rápidas

1-Nas principais avenidas da cidade, a prefeitura esta fazendo tapa buracos e tirando mato.

2- Infestações de escorpiões em várias ruas. Recebemos reclamações da Rua Voluntário Antônio dos Santos, Vila Bianchi.

13- Folclore

Reunião na Câmara no meio do ano. Audiência pública para falar sobre os serviços de ônibus no município. Presentes grupos ligados ao PSOL e à esquerda, do novo grupo de direita ligado a Bolsonaro, outras pessoas, além de alguns vereadores.

Os representantes da direita “desceram a lenha na Prefeitura”, e os da esquerda também. O vereador Claudio Moreno pediu a palavra e rebateu, dizendo que eles estavam radicalizando, pondo a culpa “de tudo” na Prefeitura. Criticou a fala deles.

Os criticados, um a um, pediram novamente a palavra, e começaram a rebater o edil, com bastante veemência.
Um cidadão, que não era de nenhum dos grupos, fez uma gozação:

– Nossa… O Claudio é um fenômeno… conseguiu quebrar toda a polarização e unir extrema esquerda e direita.