Colunistas

IPTU e imóveis tombados

publicado em 2 de fevereiro de 2019 - Por Marcus Valle

Assunto que sempre abordamos, mas nunca é resolvido: isenção de IPTU para imóveis tombados e que os proprietários respeitam as restrições. É mais do que justo… mas só enrolam.

2 – Tapume na calçada

          Na Variante do Taboão, próximo ao Vitrine do Lago, tem há muito tempo um tapume que toma mais da metade da calçada, e ninguém faz nada.

Já reclamamos diversas vezes, e a Prefeitura (meses atrás) nos encaminhou ofício dizendo que notificou o proprietário. Mas… nada se resolveu.

3 – Carnaval: sou contra essa verba

          Anunciado pela prefeitura que serão destinadas verbas para as agremiações no Carnaval deste ano. Só em dinheiro serão quase R$ 400.000,00 (17% a mais que no ano passado). Entendo que o Carnaval deve se autossustentar, sem necessidade de dinheiro público.

Temos outras prioridades, inclusive no setor da Cultura.

4 – Perigo: Quinze de Dezembro x Rinzo Aoki

          Continuo vendo que nada fizeram num dos cruzamentos mais perigosos do município, Alameda Quinze de Dezembro com a Rua Rinzo Aoki (próximo ao Tanque do Moinho e campo de futebol). São acidentes constantes, já que carros se cruzam em quatro sentidos. Até agora, muitas promessas e dezenas de acidentes.

5 – Abandono

          Pessoal das Chácaras Alvorada, especialmente da Rua Gentil Piniano, reclamam que além da inexistência de pavimentação, ainda tem o local tomado pelo mato.

6 – Plano Diretor

          Plano Diretor tem que ser bem estudado, com participação técnica, popular e ampla discussão. Não pode ser aprovado de afogadilho, “nas coxas”, sob pena dele se tornar um problema e não uma solução.

7 –Será uma tática?

          Esse infeliz decreto da Prefeitura de suspender licença de todos os empreendimentos, talvez seja uma forma de querer aprovar um Plano Diretor de “afogadilho”, sem grandes discussões. Enfim… “se coloca o bode na sala” para depois apresentar a solução: “tirar o bode da sala”.

8 – Fogos barulhentos: projeto

          Muitas pessoas e entidades apoiam o projeto de lei de autoria dos vereadores Beth Chedid e Marcus Valle, que proíbe soltar rojões e bombas barulhentos no município (permitem-se os fogos coloridos, de menor ruído).

Muitos municípios têm lei semelhante (Indaiatuba, Santos, São Paulo, Sorocaba, Florianópolis etc.).

9 – Dois locais a preservar –Turismo

          Continuo insistindo que o município deve adquirir, através de permuta, trecho do terreno que leva à Montanha do Leite Sol (poderia ser feito local de caminhada e um teleférico), bem como a Usina da Mãe dos Homens (local belíssimo, com história e corredeiras do rio Jaguari).

10 – Dispensa de licitação

          E essa trapalhada na chamada “terceirização” das creches? Como é que fica?

Fizeram uma licitação, anularam, e devido ao tempo, fizeram contratação direta com dispensa de licitação. Isso é legal?

Além da revolta que já havia com a remoção de professores e funcionários das escolas Padre Aldo Bolini e Maria Siriani, tiveram essa ação atrapalhada.

11 – Perigo no Jd. Santa Helena

          No Jardim Santa Helena alguns motoristas transitam em alta velocidade nas ruas do bairro (Av. Marcus Vinicius Valle, Av. Victor Justino Markowicz etc.). Vários animais domésticos (cães e gatos) já foram atropelados. Não há qualquer forma de contenção de velocidade e nem fiscalização no bairro.

12 – Rádio Bragança precisa ser FM

          A tradicional rádio Bragança AM 1.310, havia anunciado que iria se transformar em FM. Isso seria fundamental para aumentar sua audiência, e seria uma opção democrática nessa forma de comunicação. Na 102 FM, a rádio é visivelmente politica, inclusive determinando que seus locutores de noticias não entrevistem vereadores oposicionistas, e ninguém que critique a atual administração.

13 – General Mourão

          O vice-presidente Mourão tem (por incrível que pareça) sido agora autor de frases ponderadas, consertando bobagens ditas por outros (inclusive o presidente).

Ele consertou: 1 – a questão da base americana no Brasil; 2 – sobre a mudança da embaixada do Brasil em Israel; 3 – sobre o filho do presidente, e necessidade de investigação; 4 – manifestou-se de forma equilibrada com relação ao pedido de Lula para ir ao enterro do irmão; 5 – disse que as prisões de engenheiros podem ser precipitadas (no caso do rompimento da barragem em Brumadinho – MG); 6 – declarou que a flexibilização na posse de armas é promessa eleitoral, mas não resolve a questão da segurança; 7 – que ameaças a deputados (mesmo que adversários) têm que ser apuradas etc.

14 – Folclore: “muito jeitoso”

          Tem homem muito “jeitoso”. Um conhecido meu, o Helinho, conseguiu convencer a garota que “paquerava” há meses, a sair com ele.

Era aniversário da moça, e depois do jantar acabaram no motel. Após champanhe e fazerem amor, ela foi ao banheiro, e ele se lembrou do aniversário.

Como não tinha noção de presente (perfume? Joia? Roupa? Sapato?) pensou:

Vou deixar ela escolher.

         Numa atitude super-romântica, teve a “brilhante” ideia: pegou mil reais e deixou em cima do travesseiro.

         Não sei por quê… a moça ficou furiosa e não entendeu o romantismo dele.