Colunistas

Hector Berlioz (1803 – 1869)

publicado em 30 de julho de 2020 - Por Odila Baisi

Compositor francês nascido perto de Grenoble, em 1803. Estudou medicina em Paris e nunca aprendeu a tocar bem nenhum instrumento musical, mas ocupou-se cada vez mais da música e, enfim, entrou para o conservatório. Em 1829 Berlioz compôs a imponente “Sinfonia Fantástica”, e em 1830 ganhou o prêmio de Roma e, na sua estadia na Itália, conheceu Mendelssohn e o russo Glinka. Em Roma compôs a abertura de “Rob Roy”.

Em 1832 regressou prematuramente a Paris e dedicou-se ao jornalismo musical. A sua sinfonia “Harold na Itália”, apareceu em 1834, mas Paganini, para quem tinha escrito o solo da viola, nunca a tocou. Em 1837 terminou o seu “Requiem”, em honra aos mortos da Revolução de 1830.

Em 1840 Berlioz começou uma “tournée” pela Europa e depois de vários contratos conseguiu muito dinheiro interpretando as suas obras em Moscou e São Petersburgo.

Berlioz morreu em Paris aos 65 anos.