Colunistas

Feira de trocas: incentivo à economia solidária

publicado em 4 de dezembro de 2018 - Por Ambiente em Pauta

Você possui algum objeto que está em bom estado, mas que por algum motivo não o utiliza mais ou que já não lhe agrada tanto? Já se perguntou: “O que faço com ele?” Ou então, você é artesão/artesã, ou sabe tocar um instrumento, gosta de contar história e está disposto a trocar essas habilidades?

Que tal levá-los a uma Feira de Trocas?

A Feira de Troca consiste na troca de objetos, produtos, serviços e saberes, onde o que será trocado não possui valor monetário, mas sim valor afetivo, o simples fato de um produto ser útil para você, ou lhe agradar.

Este tipo de atividade, além de proporcionar boas conversas, conhecer pessoas diferentes com interesses parecidos, também integra o princípio da economia solidária, ou seja, substituir o lucro, a acumulação e a competição, por cooperação e solidariedade, além de ser uma prática de consumo consciente ao adquirir algo que não tem mais utilidade para alguém, mas que para você foi “amor a primeira vista”.

O ambiente da feira de trocas é alegre, descontraído e acolhedor, e pessoas de todas as idades podem participar. Durante algumas feiras já presenciamos a troca de flor por uma música, abraço por objeto, aula particular por produto, brinquedo por livro, entre tantos outros.

Para participar da feira é muito fácil: Separe o objeto, produto ou atividade que gostaria de trocar. No dia do evento leve uma toalha, canga ou pedaço de tecido para demarcar seu espaço e expor seus objetos. Pronto! Agora é só circular entre outros participantes para conhecer o que eles levaram e, algo lhe agradando, iniciar o processo de troca apresentando o que você tem para oferecer.

Vale lembrar que você é responsável pelo que levar. Sendo assim, sugerimos que você leve um número de objetos que consiga ficar num determinado local ou circular com eles cuidando deles até o final da feira. Se não conseguir trocar, não tem problema. Você leva de volta para casa e participa da próxima feira de trocas.

Agora que você já sabe o que é uma feira de troca, vem participar com a gente da nossa próxima feira!
Já deixe anotado na agenda para não esquecer: próximo sábado, dia 8 de dezembro de 2018, no Lago do Taboão, junto à feira do produtor rural de Bragança Paulista, das 10hs às 12hs. Além de participar da feira de trocas, aproveite para conhecer os produtos dos agricultores rurais da nossa cidade!

Vale lembrar que na feira nada é comprado, ou seja, não se pode utilizar dinheiro para adquirir um produto exposto, mas nada impede que você compre algo na Feira do Produtor e troque este produto por aquele objeto que tanto gostou. Dessa forma também estaremos contribuindo com a feira rural.

Nesta edição também contaremos com a presença do pessoal do Instituto de Pesquisas Ecológicas – IPÊ – que soube deste evento através de uma participante do Coletivo e ficaram empolgados em conhecer e participar conosco.
Nos encontraremos por lá!

Para saber mais e conhecer as atividades do Coletivo Socioambiental de Bragança Paulista, acesse nossa página no facebook: https://www.facebook.com/coletivobp

Raquel da Silva Pinto, Engenheira Ambiental e Sanitarista, colaboradora do Coletivo Socioambiental e Associação Bragança Mais.