Colunistas

Ária da Quarta Corda J.S. Bach (1685 – 1750)

publicado em 27 de junho de 2019 - Por Odila Baisi

Johann Sebastian Bach variava suas composições de acordo com o emprego que tivesse – se era organista numa igreja, escrevia músicas para órgão e cantatas religiosas; se prestava serviços a algum príncipe ou duque, para proporcionar música à corte, escrevia peças orquestrais.

A chamada “Ária na Corda em Sol” data de um destes últimos empregos. A serviço do príncipe de Cöthen, Bach compôs não só os famosos Concertos de Brandenburgo, mas também várias suítes orquestrais, da terceira das quais provém a “Ária na Corda Sol. Esse título curioso decorre de um arranjo posterior dessa peça para solo de violino, no qual a melodia é integralmente tocada na corda inferior e mais sonora do instrumento.