Colunistas

2.020 dC – ano da Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo

publicado em 4 de janeiro de 2020 - Por Antônio Carlos de Almeida

A natureza e a vida humana são cheias de ciclos. Na natureza temos dia e noite, período de seca e de chuva, primavera, outono, inverno e verão, tempo de plantar e de colher. A produção de alimentos saudáveis e saborosos depende muito da atenção a esses ciclos. Baseado na própria natureza, a vida humana também tem seus ciclos: dia e noite, semanas e meses, dias úteis e de descanso. Os anos se sucedem e constituem um tempo de mudança, de renovação, de mais produção e de muitas colheitas.

Acho interessante este ano de 2.020. Gosto da repetição da dezena 20. Parece propor-nos que repitamos nossas boas iniciativas e que sejamos insistentes na busca de resultados almejados. Não é um fenômeno comum. Aconteceu há 101 anos, em 1.919.

Aconteceu há 202 anos, em 1.818. Praticamente, nenhum de nós verá a próxima repetição daqui a 101 anos em 2.121. Como estará este nosso mundão daqui 202 anos, em 2.222? Será um número de ano ainda mais interessante do que este nosso ano de 2.020.

Sem qualquer conotação de análise de número cabalístico, parece-me um número simpático, redondo, bom de ser vivo. Promete harmonia e consistência. A repetição dos algarismos 2 e 0 e depois a repetição da dezena 20 sugere insistência. Em algarismo romano, 2.020 também é bem interessante: MMXX. É sempre bom que tenhamos metas claras a serem realizadas durante o transcorrer de um novo ano. Faz muita diferença quando desenvolvemos as ações necessárias com afinco, insistência e correção de rumos. Os aviões mais seguros e outros meios de transporte têm mecanismos e processos redundantes. Se falhar o primeiro mecanismo, se o primeiro processo demorar, de imediato, o segundo entra em ação.

Curiosamente, já vi muitos casos de dois irmãos terem desempenho completamente diferente, tanto no ambiente escolar quanto profissional. Quem já não viu a situação de uma criança que facilmente aprende as coisas, com rapidez, sem grande esforço?

Quem já não viu um irmão dessa criança que precisa se esforçar muito para conseguir um aprendizado que ainda fica abaixo de seu irmão? É curioso, mesmo pai e mesma mãe, mesmo cuidado e orientação, mesma escola e quase sempre os mesmos professores. No entanto, o tempo necessário para alcançar os resultados é completamente diferente. Apesar do esforço dobrado, às vezes os resultados depois de longo tempo não se igualam.

Isso não significa que aquele que tem facilidade não deve se esforçar. Deve se utilizar dessa aptidão e, agregando boa dose de esforço, dobrar seus resultados, para alcançar metas ainda mais arrojadas. Estamos aqui apenas assinalando um item, qual seja o de facilidade de aprendizagem. Aquele que é mais lento e depende de mais esforço, certamente, tem vantagem e agilidade em outros aspectos da vida, que devem igualmente receber empenho dobrado para alcançar metas extraordinárias.

No início de dezembro, assinalei aqui que um sprint em final de uma corrida pode salvar a colheita de um campeonato inteiro. Uma excelente largada também pode fazer toda a diferença. “Por que esperar o amanhã?” Por que esperar o início das aulas? Por que não intensificar já o ritmo da produção? Por que esperar o carnaval? Ano verdadeiramente novo é a gente quem faz.

Agora é a hora de sondar a inteligência, o coração e o espírito, para descrever aquilo que almejamos. Agora é a hora de relacionar, de preferência por escrito, as ações necessárias para obter aquilo que se deseja, assim como fazer a lista dos recursos que serão necessários. E, com vigor e determinação, dar os primeiros passos. Uma largada consistente faz toda a diferença. “Por que esperar amanhã?”

Muitas escrituras e outros documentos jurídicos e históricos, mais antigamente do que hoje, começavam assim: “Aos três de janeiro do ano da graça de Nosso Senhor Jesus Cristo de dois mil e vinte”. Interessante aqui é a lembrança de que o nosso ano é 2.020 dC, referência a Jesus Cristo. Cada um de nossos anos é cristão. Mais ainda, é um período de nossa vida com a proteção da sua Graça. Que assim seja. Para você, familiares e amigos um ano verdadeiramente novo, pleno da luz, graça e proteção divina.