Bragantino

Time feminino do Braga é Campeão Brasileiro A2

publicado em 10 de setembro de 2021 - Por Silvio Loredo
Pedro Vilela / Red Bull Bragantino

Foi o primeiro título da história da equipe feminina do Massa Bruta, formada em 2020

O Red Bull Bragantino conquistou o título do Campeonato Brasileiro A2 na tarde de terça-feira, 7, após bater o Atlético-MG, nos pênaltis, no Estádio Independência, em Belo Horizonte-MG. Foi o primeiro título desde a formação da equipe feminina, no ano passado. O Braga já havia garantido o acesso para a divisão principal.

Após empate por 1 a 1 em Bragança Paulista, o jogo terminou novamente empatado, desta vez em 0 a 0, no tempo normal. Nas penalidades as bragantinas confirmaram o título com cobranças convertidas por Rhay Coutinho, Layssa, Mylena e Ariel. A goleira Karol Alves também defendeu um pênalti.

Pia Sundhage, técnica da seleção brasileira feminina, estava no estádio para acompanhar a decisão.

O JOGO

No primeiro tempo, o Atlético começou com mais volume de jogo e criou uma boa oportunidade em chute de fora da área de Sofia, aos quatro minutos. A bola só não entrou graças a uma grande defesa de Karol Alves. O Galo seguiu com mais posse, enquanto o Bragantino se defendia. Após os 25 minutos, o Massa Bruta equilibrou o jogo. A melhor chance do Braga veio em um chute de Raquel, da entrada da área, que saiu rente à trave.

A disputa seguiu equilibrada, mas aos poucos o Atlético voltou a ter mais volume ofensivo e teve as melhores oportunidades – chute de Ilana que passou perto da meta e, minutos depois, Sofia carimbou o travessão.

Aos 26, o Galo balançou as redes, mas não valeu. A arbitragem assinalou a saída de bola no momento do cruzamento. A goleira do Atlético, Amanda, que teve pouco trabalho no jogo, precisou trabalhar nos minutos finais, mas afastou qualquer perigo. No último lance, a goleira Karol salvou o Bragantino, levando a decisão para os pênaltis.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO BRASILEIRO – FEMININO SÉRIE A2 – FINAL (VOLTA)

ATLÉTICO-MG 0 X 0 RED BULL BRAGANTINO (2×4 nos pênaltis)

Arena Independência (Belo Horizonte-MG) – Terça-feira (07/09/2021)

ATLÉTICO-MG: Amanda, Leila (Jaqueline), Cotrim, Flávia Gil e Ilana; Marta (Lorranny), Dayana e Aninha (Pissaia); Iara (Cinthia), Soraya (Júllia) e Sofia Sena (Guedes). Técnico: Hoffman Túlio.

RED BULL BRAGANTINO: Karol Alves; Isabela (Flavia), Ingryd, Giovana e Taiane; Taba (Brenda Pinheiro), Priscila (Luana) e Raquel (Rhayanna); Rosane (Mylena), Ariel e Julia (Layssa). Técnica: Camilla Orlando.

GOLS (PÊNALTIS): Cinthia, Cotrim, (Atlético-MG); Rhay Coutinho, Layssa, Mylena, Ariel (Red Bull Bragantino)
ÁRBITRA: Thayslane de Melo Costa-SE;
ASSISTENTES: Vaneide Vieira de Gois-SE e Vanessa Santos Azevedo-SE;
CARTÕES AMARELOS: Raquel (45 do 1º tempo) e Ingryd (20 do 2º tempo); Soraya (4 do 2º tempo)

Conversas no Facebook


Secured By miniOrange