Bragantino

Vitória por 2 a 0 deixa Braga a um passo da final

publicado em 25 de setembro de 2021 - Por Silvio Loredo
Artur foi o destaque do Bragantino (Ari Ferreira / Red Bull Bragantino)

O Bragantino festejou a vitória por 2 a 0 diante do Libertad-PAR, no confronto de ida da semifinal da Copa Sul-Americana, em Bragança Paulista, juntamente com os torcedores, que retornaram ao Estádio Nabi Abi Chedid.

O time voltou a praticar um futebol envolvente jogando em casa e não deu chances ao adversário, que por sua vez demonstrou limitações técnicas, tanto ofensivas quanto defensivas. O resultado só não foi melhor porque um gol acabou anulado pela arbitragem após consulta ao VAR.

Com a vitória por 2 a 0, o Bragantino pode empatar ou perder por até um gol de diferença no jogo de volta que conquista a vaga para a decisão. A vantagem também é boa porque o Massa Bruta não sofreu gol em casa. Pelo regulamento da Sul-Americana, gol fora de casa é critério de desempate em caso da soma dos placares. Portanto, se marcar um gol, o Bragantino amplia a vantagem.

O JOGO

No início da partida o Massa Bruta teve mais posse de bola, mas encontrou dificuldades para furar a defesa do time paraguaio. Mas aos 29 minutos, o Massa Bruta encontrou as redes. Após cobrança de escanteio, Artur fez boa jogada pela direita e cruzou na área. Ytalo apareceu na segunda trave e cabeceou para o gol. O Bragantino seguiu com o controle da partida e segurou a vitória parcial até o fim do primeiro tempo.

O Libertad voltou para o segundo tempo procurando sair mais ao ataque, mas quem encontrou o gol foi o Bragantino. Aos três minutos, Artur recebeu na área e bateu para o gol. A bola acertou o braço de Vangioni, e o árbitro marcou pênalti. Artur mesmo cobrou e marcou o segundo do Bragantino. Em desvantagem, os paraguaios foram mais ao setor ofensivo. Porém, esbarraram na marcação do Bragantino e criaram pouquíssimas chances.

O Massa Bruta, enquanto isso, defendia-se bem e procurava explorar os contra-ataques. Em um desses lances, Artur cruzou na área, e Ytalo finalizou com um carrinho. A bola só não entrou por causa da boa defesa de Martín Silva. Aos 48 minutos, Luan Cândido aproveitou um rebote na área e mandou para o gol. O lance, porém, foi revisado pelo VAR. Como a bola tinha acertado o árbitro na origem da jogada, o juiz anulou o gol.

JOGO DE VOLTA

A partida está marcada para a próxima quarta-feira, 29. O jogo será disputado às 19h15 (de Brasília), no Estádio Defensores Del Chaco, em Assunção, capital do Paraguai.

PÚBLICO NO ESTÁDIO

Esta foi a primeira partida no Estádio Nabi Abi Chedid com público desde o início da pandemia. O clube informou que o público foi de 1.203. Os ingressos foram disponibilizados apenas para sócios-torcedores do clube. Seriam disponibilizados cerca de 2.500 ingressos.

Torcida do Bragantino voltou ao Estádio Nabi Abi Chedid

A última vez que o estádio tinha recebido um público foi em 13 de março de 2020, na goleada por 4 a 0 sobre o Água Santa, pelo Paulistão.

FICHA TÉCNICA

COPA SUL-AMERICANA – SEMIFINAL (IDA)
Estádio Nabi Abi Chedid – Quarta-feira (22/09/2021) às 19h15

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar; Jadsom, Eric Ramires e Praxedes (Gabriel Novaes – 14’/2ºT); Artur (Luan Cândido – 44’/2ºT), Ytalo (Lucas Evangelista – 34’/2ºT) e Cuello (Helinho – 33’/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri

LIBERTAD-PAR: Martín Silva, Mayada, Diego Vieira, Barboza e Vangioni (Enciso – 45’/2ºT); Daniel Bocanegra, Villalba (Franco – 33’/1ºT), Hugo Martinez, Ramon Martinez (Bogarín – 30’/2ºT) e Espinoza; Sebastian Ferreira
(Óscar Cardozo – 29’/2ºT). Técnico: Daniel Garnero

GOLS: Ytalo (29’/1ºT); Artur (3’/2ºT)
ÁRBITRO: Facundo Tello-ARG
ASSISTENTE 1: Ezequiel Brailovsky-ARG
ASSISTENTE 2: Maximiliano Del Yesso-ARG
VAR: Julio Bascuñan-CHI
CARTÕES AMARELOS: Ytalo (BRA); Barboza e Espinoza (LIB)