Bragantino

Red Bull mantém RB Brasil que irá disputar a Série A2 do Campeonato Paulista

publicado em 28 de outubro de 2019 - Por Silvio Loredo

A Red Bull, atual gestora do futebol do Bragantino, vai manter o RB Brasil em atividade na temporada 2020. Após cogitar a venda da equipe, a empresa austríaca optou por seguir no comando do time original, criado em 2007.

No entanto, como os dois clubes possuem a mesma empresa investindo no futebol, eles não podem, por lei, disputar a mesma divisão em um campeonato. Logo, o Bragantino foi escolhido para jogar a Série A1 do Paulista, e o Red Bull Brasil, que teria vaga na elite, foi automaticamente rebaixado para a Série A2. Não houve fusão entre os dois clubes, como chegou a ser cogitado no anúncio da parceria.

O Red Bull Bragantino (assim passará a ser denominado), com sede em Bragança Paulista, e o Red Bull Brasil, com sede em Campinas, seguem suas operações separadamente.

O Red Bull Bragantino será o time principal da empresa e o Red Bull Brasil terá uma equipe jovem, que ajudará na transição entre categorias de base e o futebol profissional. A decisão foi oficializada nos conselhos técnicos das duas competições, realizados na semana passada na sede da Federação Paulista de Futebol.

Com o descenso do RB Brasil, o Água Santa, terceiro colocado na Série A2 de 2019, assumiu a vaga na Série A1.
O RB Brasil, time com a melhor campanha da fase de classificação da Série A1 deste ano e campeão do Troféu do Interior, também tem direito a uma vaga na Copa do Brasil. A questão da disputa da Copa do Brasil será discutida nos próximos dias, já que o Bragantino é o líder do Brasileiro da Série B e, caso seja campeão, entra direto nas oitavas de final do torneio.

Assim, o RB Brasil não jogaria o torneio. Se o título não for conquistado, será necessário ver o ranking das equipes. Se o Bragantino não entrar pelo ranking, o RB Brasil pode jogar a competição. SL