Bragantino

RB Bragantino fica no 0 a 0 com o Santos, na Vila Belmiro

publicado em 25 de janeiro de 2020 - Por Silvio Loredo
Artur fez uma boa estreia, sendo o destaque a equipe no empate contra o Santos (ARI FERREIRA/RB BRAGANTINO)

Mesmo com o empate em 0 a 0, que deve ser considerado um bom resultado para uma estreia fora de casa, contra uma equipe como a do Santos, o RB Bragantino deixou o campo na noite da última quinta-feira com a sensação que poderia ter conseguido mais.

Depois de um primeiro tempo bastante equilibrado, a equipe do técnico Vinicius Munhoz, criou as melhores oportunidades para marcar e vencer o jogo na etapa final.

Foram duas chances claras de gol, ambas nos pés de Ytalo. Na primeira ele esbarrou em grande defesa do goleiro Everson, com o joelho, frente a frente com o arqueiro adversário. Na segunda, caprichosamente a bola acertou o travessão, em mais um lance cara a cara entre o atacante Ytalo e o goleiro do Santos.

O torcedor do Santos deixou o campo apreensivo com o futebol da equipe em sua primeira apresentação sob o comando do português Jesualdo Ferreira.

Por outro lado, o Massa Bruta deixou uma boa impressão, lembrando os bons tempos da Série B do Brasileiro do ano passado.

Artur, um dos reforços do time para a temporada, fez sua estreia e atuou os 90 minutos com participação de destaque. Outro estreante da noite foi Thonny Anderson, que proporcionou uma nova dinâmica à equipe depois de sua entrada no lugar de Bruno Tubarão, aos 19 min da etapa final. Este foi o primeiro jogo oficial da equipe depois das mudanças de nome e escudo.

FICHA TÉCNICA

PAULISTÃO 2020 – SÉRIE A1 – RODADA 01
SANTOS 0 x 0 RB BRAGANTINO

SANTOS: Everson; Pará, Luiz Felipe,  Luan Peres e Felipe Jonatan; Alisson, Diego Pituca e Carlos Sánchez; Marinho (Derlis Gonzalez 29’/2°), Eduardo Sasha (Arthur Gomes 17’/2°) e Kaio Jorge (Raniel – intervalo). Técnico: Jesualdo Ferreira.

BRAGANTINO: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz,  Ligger e Edimar; Barreto (Vitinho 43’/2°) e Uillian Correia; Artur, Claudinho (Morato 37’/2°), Bruno Tubarão  (Thonny Anderson 19’/2°) e Ytalo. Técnico: Vinicius Munhoz (interino).

LOCAL: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos, HOJE (quinta-feira), 19h15.
RENDA: R$ 511.705,00
PÚBLICO: 12.412 pagantes.
ÁRBITRO: Raphael Klaus (FIFA-SP).
ASSISTENTES: Risser Jarussi Corrêa (SP) e Evandro de Melo Lima (SP).
CARTÕES AMARELOS:
Carlos Sánchez (SAN); Ligger, Edimar, Barreto e Artur (BRA).