Bragantino

Náutico está em Atibaia desde a última quinta-feira

publicado em 18 de agosto de 2018 - Por Silvio Loredo
Márcio Goiano também usou a semana para passar informações a seus comandados

A exemplo do Bragantino, o Náutico também se preparou bastante durante a semana para o duelo desta tarde. Em Recife os treinos se encerraram na manhã de quinta-feira, no Estádio dos Aflitos, local que voltou a ser utilizado depois de quatro anos, período em que esteve fechado para reformas.

À tarde a delegação embarcou para São Paulo, de onde seguiu para Atibaia. O volante Jhonnatan, que passou por exames e não teve lesão constatada, deve ficar fora do time titular. O técnico Márcio Goiano adiantou que o paraguaio Jiménez deve ser lançado na vaga.

Sobre o Bragantino, o treinador do Timbu afirmou conhecer bem o técnico Marcelo Veiga e disse saber a forma que o time joga, em um estilo baseado principalmente na bola aérea e nos contra-ataques. “Eu vou muito pela leitura do próprio treinador.

O Marcelo (Veiga) tem essa característica (de ser mais defensivo), jogou muitos anos com três zagueiros e hoje joga no 4-2-3-1. Vimos alguns jogos e aí você observa essas situações de jogo. É uma equipe que vai nos dar essa bola para que a gente possa jogar e eles vão nos pressionar (para forçar o Náutico ao erro).

Eles têm dois jogadores rápidos na frente, que são o Vitinho e o Marquinhos. Tem essa transição entre o (Rafael) Chorão e Matheus, que são dois centroavantes que fazem essa combinação de flutuar como meias. Tem o Magno, volante, que busca essa diagonal nas costas do lateral direito. São situações que exercitamos e é importante saber. Todo o cenário a gente procurou fazer e mostrar para os atletas”, disse Márcio Goiano em entrevista coletiva.