Bragantino

Equipe enfrenta forte marcação e não sai do zero contra o Corinthians

publicado em 2 de março de 2021 - Por Silvio Loredo
Corinthians conseguiu segurar o Massa Bruta em Bragança Paulista (Ari Ferreira / Red Bull Bragantino)

Na estreia no Campeonato Paulista no último domingo, 28, em Bragança Paulista, o Red Bull Bragantino se deparou com uma situação semelhante à que vinha enfrentando no segundo turno do Campeonato Brasileiro, encerrado na semana passada, ou seja, diante de um time defensivo não levou gols, mas também não marcou.

Resultado: empate em 0 a 0 contra o Corinthians no Estádio Nabi Abi Chedid.

Como as equipes vinham de uma sequência desgastante no Campeonato Brasileiro, existia a possibilidade de que alguns jogadores fosse poupados, mas os técnicos Maurício Barbieri, do Bragantino, e Vagner Mancini, do Corinthians, colocaram em campo o que tinham de melhor à disposição.

Como era de se esperar, ainda mais com sua formação titular, o Bragantino dominou o jogo com mais posse de bola, porém pouco conseguiu entrar na área adversária, já que o Corinthians teve uma postura ainda mais cautelosa que a de costume, com três volantes no meio-campo e três atacantes de velocidade para buscar os contragolpes.

No primeiro tempo, Claudinho, o mais habilidoso do Bragantino, foi quem mais conseguiu se desvencilhar da marcação e finalizar próximo ao gol adversário – na primeira oportunidade o goleiro Cássio fez grande defesa, e na segunda o camisa 10 pegou mal na bola. Lucas Evangelista tentou de fora da área em duas ocasiões, mas também parou no goleiro adversário, principal nome da partida.

O Corinthians levou perigo após jogadas de velocidade pelas pontas. Léo Natel recebeu passe da direita e finalizou da meia-lua, na entrada da grande área, rente à trave do Bragantino. Pelo lado esquerdo, Rodrigo, que apareceu como surpresa entre os titulares, finalizou praticamente da pequena área e a bola passou perto.

Já no segundo tempo, o ataque do Corinthians caiu de rendimento e a equipe pouco ameaçou o Bragantino, mesmo com as substituições promovidas pelo treinador. O Bragantino teve a chance mais clara da partida aos 16, quando Vitinho, após passe de Claudinho, saiu cara a cara com o goleiro e chutou pra fora. Helinho, que o substituiu, também criou uma chance de perigo, com passe de Claudinho como sempre, mas Cássio estava lá novamente para garantir o resultado.

Ao final da partida o técnico Maurício Barbieri concluiu: “Temos que achar soluções para quando encontrarmos um adversário mais fechado”. Cenário semelhante a equipe deve encontrar no próximo jogo, já nesta quarta-feira, às 19h00, contra o São Caetano, fora de casa.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO PAULISTA – SÉRIE A1 – 1ª RODADA

RED BULL BRAGANTINO
0 X 0 CORINTHIANS

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar; Raul, Lucas Evangelista e Claudinho; Arthur (Cuello 38’/2ºT), Ytalo (Hurtado 38’/2ºT) e Vitinho (Helinho 23’/2ºT). Técnico: Maurício Barbieri.

CORINTHIANS: Cássio, Bruno Méndez, Jemerson, Gil e Lucas Piton; Cantillo, Ramiro e Gabriel (Cazares 31’/2ºT); Rodrigo (Gabriel Pereira 24’/2ºT), Léo Natel (Cauê 24’/2ºT) e Matheus Vital (Gustavo Mosquito 24’/2ºT). Técnico: Vagner Mancini

ÁRBITRO: Thiago Luis Scarascati
ASSISTENTE 1: Marcelo Carvalho Van Gasse
ASSISTENTE 2: Neuza Inês Back
ÁRBITRO DE VÍDEO (VAR): José Cláudio Rocha Filho
Cartões amarelos: Vitinho e Fabrício Bruno (BRA); Cauê e Cantillo (COR)
Local: Estádio Nabi Abi Chedid (Bragança Paulista-SP)
Data: Domingo (28/02/2021)

RESULTADOS DA RODADA

São Bento 1 x 2 Mirassol
Novorizontino 1 x 1 Ponte Preta
BRAGANTINO 0 x 0 Corinthians
Santo André 2 x 2 Santos
São Paulo 1 x 1 Botafogo-SP
Ferroviária 1 x 0 Inter de Limeira
Guarani 0 x 3 Ituano

Conversas no Facebook