Bragantino

Claudinho se despede do Bragantino

publicado em 10 de agosto de 2021 - Por BJD
Meia defenderá o Zenit, da Rússia 9Ari Ferreira / Red Bull Bragantino)

Depois de conquistar a medalha de ouro com a seleção olímpica no último sábado, 7, em Yokohama, no Japão, com vitória na prorrogação diante da Espanha, Claudinho não voltará a vestir a camisa do Red Bull Bragantino.

O clube de Bragança Paulista e o Zenit, de São Petesburgo, na Rússia, chegaram a um acordo em R$ 15 milhões de euros (cerca de R$ 92 milhões) pela contratação do meia, eleito melhor jogador do último Campeonato Brasileiro. O acordo ainda prevê que Massa Bruta terá 20% de uma venda futura.

Claudinho ainda fará exames médicos e deve assinar contrato nas próximas semanas, segundo o Zenit. O Bragantino confirma a negociação, considerada a mais cara da história do clube, mas reforça que o contrato ainda não foi assinado entre as partes.Medalhista de ouro nos Jogos de Tóquio, o meia Claudinho foi o 1° jogador do Red Bull Bragantino a se tornar campeão olímpico no futebol. Claudinho foi titular em todos os jogos da campanha da conquista do bicampeonato olímpico pelo Brasil.

O meia-atacante chegou ao Bragantino em 2019, após a parceria entre a Red Bull e o clube de Bragança Paulista. Com o Massa Bruta, foi campeão do Brasileiro da Série B de 2019. Durante o nacional, o atleta atraiu o interesse de Atlético-MG e Cruzeiro, porém, optou em permanecer no Braga.

Na temporada 2020, Claudinho passou por um período no banco de reservas, quando o time era comandado pelo técnico Felipe Conceição. Após a saída do treinador, ele recuperou o espaço na equipe sob o comando de Maurício Barbieri. O atleta foi um dos responsáveis pela ascensão do Bragantino, que deixou a zona de rebaixamento e garantiu a classificação à Sul-Americana de 2021.

O bom momento do atleta já havia despertado o interesse de clubes do exterior e o Bragantino se mexeu para renovar seu contrato até 2024, mas viu nos últimos meses o interesse sobre o meia aumentar cada vez mais até a negociação com o Zenit.

Claudinho foi formado nas categorias de base do Santos. Em 2015, não teve o contrato renovado com o Peixe e foi para o Corinthians. Logo foi promovido ao profissional e integrou o elenco campeão brasileiro daquela temporada. Em 2016, passou a ser emprestado para outros clubes, inclusive o então Clube Atlético Bragantino, para ganhar experiência.

Conversas no Facebook


Secured By miniOrange