Bragantino

Bragantino vence em Ribeirão Preto, com gol nos acréscimos

publicado em 11 de novembro de 2019 - Por Silvio Loredo
Lateral Edimar foi o autor do primeiro gol do Braga na vitória diante do Botafogo, em Ribeirão Preto (Crédito: Divulgação/Bragantino)

O Bragantino conheceu sua 20ª vitória no Campeonato Brasileiro da Série B, na noite da última terça-feira, em Ribeirão Preto, diante do Botafogo-SP, quando bateu os donos da casa por 3 a 2.

O técnico Antonio Carlos Zago escalou a equipe de forma bastante modificada e a justificativa foi o cansaço depois do acesso conquistado na partida contra o Guarani.

Apenas três jogadores que começaram o jogo contra o Guarani iniciaram como titulares: o goleiro Júlio César, o zagueiro Léo Ortiz e o meio-campo Ricardo Ryller. Nas demais posições, Zago fez alterações. Aderlan e Edimar ocuparam as laterais; Rayan foi o companheiro de Ortiz na zaga; o meio teve as presenças de Baralhas e Pedro Naressi; mais à frente foram escalados Vitinho, Roberson e Robinho. Mostrando ter um grupo bastante homogêneo e entrosado, o Braga abriu o marcador logo aos 5 min. Aderlan foi derrubado na área por Luiz Otávio. Pênalti, que Edimar cobrou e marcou.

A primeira etapa mostrou o Botafogo-SP com mais posse de bola, mas sem incomodar o goleiro Júlio César. Por outro lado, Roberson teve duas chances para ampliar o marcador, mas desperdiçou. Na primeira o goleiro Darley defendeu com os pés, cara a cara com o atacante do Braga; na segunda, de cabeça, ele desviou a bola para fora.

No segundo tempo sobrou emoção. Aos 21, Ricardo Ryller marcou um belo gol, em chute de fora da área. Três minutos depois o atacante Rafael Costa, do Botafogo-SP, que entrou no intervalo, foi expulso de campo por ofender o árbitro. Tudo caminhava para mais uma vitória tranquila do Massa Bruta. No entanto, aos 30 min, Murilo Henrique, cobrando falta, diminuiu o marcador.

Mesmo com um jogador a menos, o Botafogo-SP se lançou ao ataque na busca do empate. E ele veio, aos 46, com Bruno José, depois de uma jogada errada de Vitinho.

Quando o empate era dado como certo, Thiago Ribeiro apanhou uma sobra de bola, depois de uma cobrança de escanteio de Vitinho e, de fora da área, marcou um belo gol. Final: Botafogo-SP 2 x 3 Bragantino, e o Massa Bruta cada vez mais perto do título da Série B. SL

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO BRASILEIRO – 2019
SÉRIE B – RODADA 34 – (15ª DO RETURNO)
BOTAFOGO-SP 2 x 3 BRAGANTINO

GOLS: Edimar (5’/1°); Ricardo Ryller (21’/2°), Murilo Henrique (30’/2°), Bruno José (46’/2°) e Thiago Ribeiro (48’/2°).

BOTAFOGO-SP – Darley; Lucas Mendes, Luiz Otávio, Didi e Pará; Pablo, Nadson (Bruno José 25’/2°) e Marlon Freitas; Felipe Saraiva (Júlio César – intervalo), Bruno Moraes (Rafael Costa – intervalo) e Murilo Henrique.
Técnico: Hemerson Maria.

BRAGANTINO – Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Rayan e Edimar; Baralhas, Ricardo Ryller e Pedro Naressi (Bruno Tubarão 15’/2°); Vitinho, Roberson (Matheus Peixoto 42’/2°) e Robinho (Thiago Ribeiro 29’/2°).
Técnico: Antonio Carlos Zago.

RENDA: R$ 24.360,00
PÚBLICO: 3.307 torcedores.

ÁRBITRO: Diego Pombo Lopez (BA). ASSISTENTES: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA).

CARTÕES AMARELOS: Pablo, Murilo Henrique, Luiz Otávio e Júlio César (BOT); Aderlan e Robinho (BRA).
CARTÃO VERMELHO: Rafael Costa (BOT).
LOCAL: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto-SP, na sexta-feira (08/11).