BJD
29 máx 17 min
BragançaPaulista18 Fev 2018


Cidade


E-mails recebidos
Terça-Feira,  06 FEV 2018
Versão para impressão
Tamanho dos carácteres

 Alguns motociclistas criaram um “estacionamento” numa calçada da Rua Cel. Osório, no Centro, em frente a uma agência bancária. A reportagem do BJD flagrou a situação após ser alertada por um leitor, que enviou e-mail à redação na semana passada.

“Lendo a matéria sob o título “Mau exemplo”, sobre professores que estacionaram carros em locais proibidos [publicada na edição de 31 de janeiro], me veio a ideia. Tais motociclistas estacionam sem cerimônia em cima da calçada e obrigam os pedestres a desviarem de suas motos, que deveriam estar estacionadas nas ruas ou nos estacionamentos privados.

O que mais impressiona é que os agentes de trânsito por lá passam e nada fazem, como se a obrigação de passar pela rua e desviar das motos fosse dos pedestres, que se arriscam ao saírem da calçada. Tal ato irregular dos motociclistas fica ainda mais evidente no período da tarde dos dias úteis, quando os bancos estão abertos”, reclama o leitor.

Tal omissão dos agentes de trânsito, conforme relatada pelo leitor, caracteriza a prevaricação, crime funcional, praticado por funcionário público contra a Administração Pública. Segundo o art. 319 do Código Penal, “retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal”, deve resultar em pena de detenção, de três meses a um ano, e multa.

==============================


O leitor Antônio Felício Cintra (cintraimoveis@uol.com.br) enviou um e-mail ao BJD, no final da tarde da última sexta-feira, 2 de fevereiro, comentando sobre a matéria “Em Frangalhos”, publicada na edição daquele dia. Na mensagem, o leitor diz: “Prezados Senhores. Com relação à matéria publicada com o título ‘Em frangalhos’, sobre a bandeira municipal, não é a primeira vez que este conceituado jornal se manifesta.

O Departamento da Prefeitura responsável pela compra ou confecção da bandeira deveria exigir matéria-prima de excelente qualidade para durar mais tempo. Se não vocês da imprensa vão se cansar de tanto exibir a mesma reportagem”.

Após a publicação da matéria, a Prefeitura providenciou a troca da bandeira do município, que fica na Avenida D. Pedro I. De acordo com o secretário municipal de Segurança e Defesa Civil, Dorival Bertin, a nova bandeira já estava comprada e chegou na última quarta-feira, 31 de janeiro.