BJD
29 máx 18 min
BragançaPaulista21 Fev 2018


Cidade


Associação dos Guardas Municipais tem nova diretoria
Sexta-Feira,  02 FEV 2018
Versão para impressão
Tamanho dos carácteres

 A Associação dos Guardas Municipais de Bragança Paulista e Região (AGMBR) realizou entre o final da tarde e o início da noite da última segunda-feira, 29, a eleição de sua nova diretoria.

O mandato é de quatro anos e a posse foi imediatamente após o pleito. O guarda civil Paulo Alexandre, assumiu a presidência. A ex-secretária de Segurança e ex-comandante da Guarda Civil Rosana Vendramini é a vice-presidente.

A eleição ocorreu na praça localizada no cruzamento das avenidas Minas Gerais e Av. Francisco Samuel Luchesi Filho, ao lado do prédio da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Civil. Numa rede social, os membros da associação afirmaram não terem obtido autorização para utilizar o auditório do Complexo Integrado de Segurança e Monitoramento (CISEM).

“Após não obter autorização para utilizar o espaço de eventos dentro da sede da Guarda Municipal, representantes da Comissão Eleitoral se reuniram na praça pública ao lado da sede para receber os associados que votaram e elegeram a nova Diretoria Executiva e Conselho Fiscal que irá representar seus associados pelos próximos quatro anos. Parabéns aos eleitos e aos Guardas que não pouparam e não pouparão esforços para lutar pelos seus direitos”, diz a nota.

Em contato com o secretário de Segurança e Defesa Civil, Dorival Bertin, a reportagem do BJD recebeu a informação de que não houve nenhum pedido formal para utilizar o auditório.

“Foi solicitado apenas verbalmente ao Olegário [Alexsandro, chefe da Divisão de Segurança Municipal], mas não houve nenhum documento. É um próprio público e de acordo com a legislação só pode ser liberado mediante ofício protocolado”, disse o secretário.

De acordo com o art. 1º do decreto municipal nº 2441, de 16 de fevereiro de 2017, que disciplina pedidos de permissão e de autorização de uso referentes a bens públicos em geral, “os pedidos de permissão e de autorização de uso de bens públicos em geral deverão ser protocolados na Seção de Protocolo desta Prefeitura com, no mínimo, 15 (quinze) dias úteis de antecedência da data do início do evento no qual os mesmos serão utilizados”.