BJD
28 máx 14 min
BragançaPaulista24 Nov 2017


Cidade


Avança projeto para implantação de Mercado Municipal da zona norte
Sábado,  11 NOV 2017
Versão para impressão
Tamanho dos carácteres
Técnicos do Ministério do Desenvolvimento Agrário vieram a Bragança com o intuito de reunir informações para a concretização do projeto

 Na manhã da última quinta-feira, 9 de novembro, representantes da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário, órgão vinculado à Casa Civil da Presidência da República, estiveram em Bragança Paulista, com o objetivo de discutir o projeto de implantação de um Mercado Municipal na Zona Norte.

A delegada federal Sonia Aparecida Nunes, e o assessor técnico Joelson Vieira da Silva, foram recebidos pelo vice-prefeito, Amauri Sodré da Silva, e pelos secretários municipais Cristhian Conte Lima, especial de Gabinete e ligado ao Setor de Convênios, e Gislene Bueno, de Desenvolvimento dos Agronegócios, e pelo vereador Mário B. Silva, que articulou junto ao deputado federal Paulo Pereira da Silva recursos no valor de R$ 4 milhões para o projeto.

O objetivo geral do projeto é proporcionar aos produtores familiares rurais de Bragança Paulista e região, um local adequado, com infraestrutura e boa operabilidade para a comercialização de seus produtos.

A implantação de um mercado municipal está prevista para acontecer no Centro de Abastecimento Dr. Paulo Eiti Takazaki, popularmente conhecido como Ceasinha, localizado no Jardim Fraternidade.

Técnicos e demais envolvidos realizaram uma vistoria no local a fim de juntar mais informações e dados. Após a visita, será encaminhado um relatório com um parecer ao Ministério do Desenvolvimento Agrário, em Brasília, para dar continuidade às tratativas e formalização do convênio.

“Fiquei feliz em ver a estrutura do local, principalmente pela proximidade com as vias de acesso ao Circuito das Águas e de outros municípios. Isso vai facilitar muito. A intenção é que os agricultores familiares tenham à disposição uma estrutura onde eles possam comercializar os seus produtos.

Vemos com bons olhos o projeto e achamos que em breve será liberado para construção. A equipe da Prefeitura está empenhada em nos passar os dados que precisamos”, disse a delegada Sonia.