BJD
32 máx 15 min
BragançaPaulista17 Out 2017


Cidade


Diretor de concessionária de transporte público não comparece à Câmara
Quarta-Feira,  11 OUT 2017
Versão para impressão
Tamanho dos carácteres

 O gerente de engenharia da empresa Nossa Senhora de Fátima Auto Ônibus, Luiz Antônio Duarte, esteve presente na reunião da Comissão Permanente de Justiça, Redação, Defesa do Meio Ambiente e do Consumidor da Câmara Municipal (foto) e respondeu questionamentos sobre a qualidade do transporte coletivo, não cumprimento do contrato de concessão e do acordo assinado com a Prefeitura de colocar em serviço 10 ônibus novos no dia 30 de setembro último entre outros.

Ele representou o diretor José Luís Rodrigues, que foi convidado por iniciativa do vereador Cláudio Moreno. No entanto, ele alegou estar em viagem.

Cláudio Moreno, inicialmente, sugeriu que fosse enviado um requerimento pedindo a convocação de José Luiz Rodrigues, ainda que o representante da empresa pudesse ter todas as informações. “Desde que foi convidado o senhor José Luiz Rodrigues, foi dito que ele compareceria.

Repudio essa atitude. Infelizmente continua o desrespeito com o Legislativo e usuários. Se pelo menos ele tivesse avisado antes que não compareceria, tudo bem, mas infelizmente não houve qualquer comunicado”.

Marcus Valle e Marco Antônio Marcolino, presidente da comissão, contemporizaram e pediram para que Duarte respondesse aos questionamentos e caso não fosse convincente, o diretor da empresa seria convocado.

O assunto principal da sessão, conforme antecipado pelo BJD na edição de 5 de outubro, foi a contraproposta da empresa à Prefeitura, apresentada na terça-feira, 3 de outubro, por não conseguir cumprir a promessa de colocar em circulação 30 novos ônibus, sendo 10 em 30 de setembro, 10 em 30 de dezembro deste ano e 10 em 30 de março de 2018, conforme acordo firmado em julho último.

Segundo Duarte, a falta de reajuste de tarifas da Prefeitura à concessionária desde fevereiro do ano passado e a redução do número de usuários deixaram a empresa numa situação delicada, o que inviabiliza um financiamento para novos ônibus. Na proposta à Prefeitura, a Nossa Senhora de Fátima garante ter condições de conseguir 30 ônibus seminovos no prazo máximo 60 dias se o prefeito Jesus Chedid concordar.