BJD
21 máx 11 min
BragançaPaulista22 Ago 2017


Cidade


Pastoral da Criança celebra 30 anos de caminhada em favor da vida
Sábado,  12 AGO 2017
Versão para impressão
Tamanho dos carácteres

 Há 30 anos foi plantada na Diocese de Bragança Paulista a semente da Pastoral da Criança, com a missão de promover o desenvolvimento das crianças das periferias desde o ventre materno até os 6 anos de idade.

E para celebrar essa data, neste sábado, 12 de agosto, a partir das 9h00, haverá stands na Praça Raul Leme, Centro, para demonstrar as atividades realizadas pela Pastoral. Às 15h00, haverá uma missa em Ação de Graças, presidida pelo Bispo Dom Sérgio Aparecido Colombo, na Catedral.

Nesta semana, a reportagem do BJD conversou com Solange Maciel de Oliveira Servilha e Sônia Regina de Lima, coordenadoras da Pastoral da Criança na Diocese de Bragança Paulista, e o padre Edson Gomes da Silva, assessor da pastoral, que falaram sobre as atividades que serão desenvolvidas para comemorar essa data.

“Cada tenda montada na praça representará uma ação da Pastoral da Criança, como a fabricação da multimistura, as pesagens mensais, a campanha do soro caseiro, as visitas domiciliares, e as campanhas desenvolvidas ao longo desses 30 anos, como ‘Adeus pneumonia’, ‘antibiótico primeira dose’, ‘dormir de barriga pra cima é mais seguro’, ‘os primeiros mil dias da criança’, entre outros”, destacou Solange.

Seguindo a programação, às 13h00 haverá uma palestra com Albertina Luiza (Ziza), que falará sobre a importância do líder da Pastoral da Criança nas comunidades. Às 15h00, haverá a missa solene.


Dra. Zilda Arns ao lado de Irmã Olga Meyer em
reunião com os líderes da pastoral no ano de 1998


Solange, que está há 17 anos na pastoral, destacou que o movimento precisa de novos líderes. Ela também informou que a pastoral esta procurando jovens para começar uma nova fase do movimento, com a instalação de aplicativos de acompanhamento nutricional e de visitas. “Jovens têm facilidade com tecnologia e nós queremos atraí-los para passar para as outras pessoas”, completou Solange.

Outra campanha desenvolvida pela pastoral é a doação em conta de energia. De acordo com Sônia, que está há 15 anos na Pastoral da Criança, para contribuir, o titular da unidade consumidora deve preencher uma ficha de adesão autorizando o débito de R$ 1,00 ou R$ 2,00, indicar o número da unidade consumidora e assinar. A ficha de autorização é disponibilizada pela Pastoral da Criança.

O interessado deve procurar a coordenação da pastoral da paróquia que pertence, munido de uma conta de luz e assim autorizar o desconto na conta de luz. “O valor doado é repassado para a pastoral da paróquia que o contribuinte pertence”, informou Sônia. Atualmente a Pastoral da Criança está em 31 paróquias das 60 existentes em toda a Diocese de Bragança Paulista, com a atuação de 231 líderes, 136 pessoas de apoio, com o acompanhamento a 1.659 crianças, 1.502 famílias e 106 gestantes.

HITÓRIA

A Pastoral da Criança foi fundada no Brasil em 1983, na cidade de Florestópolis, no Paraná, pela médica sanitarista e pediatra, Zilda Arns Neumann, e pelo então Arcebispo de Londrina, hoje cardeal emérito, Dom Geraldo Majella Agnelo.

Quatro anos depois, o bispo da Diocese de Bragança Paulista, Dom Antônio Pedro Misiara convidou a professora Zita de Melo Gonçalves e Irmã Lucilda Heinen, já falecidas, para iniciar esse novo desafio. Zita trabalharia em Franco da Rocha, nas paróquias Bom Jesus da Paradinha, Nossa Senhora de Fátima e Nossa Senhora da Conceição. Já Irmã Lucilda trabalharia em Bragança na paróquia Nossa Senhora da Esperança, no Parque dos Estados.

As duas pioneiras capacitaram novos líderes para logo começarem a atuar no acompanhamento das crianças de zero a seis anos de idade e gestantes. Em 1988, as duas deram continuidade à capacitação de novas pessoas e expandiram a pastoral para as cidades de Itatiba, Pedra Bela e Piracaia, entre outras da diocese. E o trabalho continuou por anos e mais pessoas se comprometeram com a pastoral, que se expandiu por toda a diocese, chegando a atuar em 36 paróquias. Atualmente, ela está em 31.

Na cidade de Bragança, a Pastoral está presente nas paróquias Nossa Senhora da Esperança, no Parque dos Estados; Santa Rita de Cássia, no Jardim da Fraternidade; Santa Luzia; Coração Imaculado de Maria, Cruzeiro; e Santa Terezinha.

Nesses 30 anos de caminhada, a Pastoral teve dois grandes traumas: o falecimento, em 1994, da Irmã Lucilda, e no ano seguinte, 1995, da professora Zita. No dia do falecimento de Zita, Dom Bruno Gamberini, bispo diocesano na época, chamou Irmã Olga Meyer e a professora Elines Marchesoni e lhes disse: “Vocês não podem deixar a Pastoral da Criança morrer”. Irmã Olga, que havia chegado de Mato Grosso havia pouco tempo, assumiu a responsabilidade de coordenar a pastoral. Atualmente Irmã Olga não milita mais na pastoral por problemas de saúde.

Quem quiser participar da pastoral, pode procurar a sede que fica à Rua Santa Clara, 279, Centro, das 13h00 às 17h00, ou entrar em contato pelo telefone 4032-4923.

ZILDA ARNS

Zilda Arns, uma das fundadoras da Pastoral da Criança no Brasil, esteve em Bragança Paulista em outubro de 1998. Na ocasião ela conheceu o trabalho desenvolvido pela pastoral nas paróquias da diocese. Participou de várias reuniões com bispo, padres e voluntários. Dra. Zilda viveu para defender e promover as crianças, gestantes e idosos, construir uma sociedade mais justa, fraterna, com menos doenças e sofrimento humano.

Morreu tragicamente no terremoto que devastou o Haiti dia 12 de janeiro de 2010, logo após fazer um pronunciamento sobre como salvar vidas com medidas simples, educativas e preventivas. A Pastoral da Criança hoje se faz presente em todos os estados brasileiros e em outros 11 países da África, Ásia, América Latina e Caribe.