BJD
29 máx 18 min
BragançaPaulista21 Fev 2018


Colunistas


Abandonada por três administrações
Sábado,  13 JAN 2018
Tamanho dos caracteres

 Praça do Matadouro abandonada. Quiosques construídos sem ocupação desde 2012. Em 3 administrações não conseguiram nem resolver esse simples problema. E agora estão prometendo... de novo.

2-) Promessas quanto a estradas

As estradas da região são perigosas e não recebem a devida atenção do governo estadual. Bragança – Amparo; - Socorro – Itatiba – Piracaia e Variante do Guaripocaba são palcos de acidentes todas as semanas. Mas, só assistimos a anúncios falsos de providências, todos os anos, principalmente nos eleitorais.

3-) D.E.R e falta de cobrança

Absurdo o descaso do DER com nossa cidade (e a omissão do nosso Executivo e representante da Assembleia). Além de autorizar obras contestáveis em termos de segurança para particulares (shopping, loteamentos, supermercados, etc.), o DER não executa as obras necessárias, constantemente pedidas.

4-) Exemplos de locais perigosos

Estradas para Socorro, (sem acesso a bairros), Itatiba (com acessos perigosos), Variante do Taboão (com retornos fechados e perigosos) e Variante do Guaripocaba (cruzamento da XV de Dezembro com Rinzo Aoky causando acidentes constantes) são alguns exemplos das omissões do DER.

5-) Absurda mas não ilegal

Essa nomeação da deputada Cristiane Brasil, filha de Roberto Jefferson para o Ministério do Trabalho é absurda, infeliz, ridícula, acintosa... enfim, desastrosa. A mulher, além de fraca, tem currículo e histórico questionáveis. Mas ...isso é uma atribuição do Executivo. O Judiciário não poderia interferir. Não me parece ilegal a nomeação.

6-) Enchentes: Lago assoreado

Na Rua Francisco Picarelli, no Jardim Santa Helena, são comuns as enchentes. Basta uma chuva forte. Motivo: o lago (em frente o Anglo) está todo assoreado, e não faz mais o papel de piscina. Antes desse lago, há um outro... também assoreado. Há ação correndo, movida pelo Ministério Público.

7-) Tanque do Moinho

Outro lago que está cada dia mais assoreado é o Tanque do Moinho. Com as últimas chuvas, escorreu muita terra vinda de acima do Clube de Regatas Bandeirantes. Já fizemos vários alertas na administração anterior, e nessa, mas nada aconteceu. Um problema que vai se agravando.

8-) Assoreamento agravado

No Lago do Taboão também aumentou o assoreamento. Grande quantidade de terra entra pelo ribeirão que dá início ao lago. No local a prefeitura andou tirando o mato das margens, fato que acarretou o carreamento de terra no ribeirão e no lago.

9-) Dica de livro

Noutro dia peguei na biblioteca o livro “Dia Santo” do escritor Humberto Leal, editora Zeus. É um livro premiado pela Academia Brasileira deLetras. Conta histórias da Amazônia. Ficção com folclore, histórias que prendem o leitor. Gostei demais. Vale a pena.

10-) Folclore: o narrador


Anos 80. Eu no cinema assistindo “Irmão Sol, Irmã Lua”, a história de São Francisco. Na fileira de trás senta um chato, acompanhado de duas garotas e começou a contar cenas do filme (que ele já havia assistido).

– Olha que legal o que vai acontecer agora. Do meu lugar, dei uma tossida seguida de um olhar para trás, para demonstrar que ele incomodava. Por alguns minutos ele ficou quieto. Mas quando começou a tocar a música do filme, e ele cantou junto, tive que ser mais explicito:

- Pô... shiu ! tá atrapalhando.

O cara parou, mas minutos depois ele “voltou à carga”, dizendo pras meninas: - olha que judiação que vão fazer. Vão botar fogo na Igreja. Ai eu perdi a cabeça. Virei pra trás e disse: - olha aqui cara, já encheu o saco... torça pra não pegar fogo na igreja... porque se pegar... vou te dar uns tapas.Assustado...ele se levantou e mudou de lugar, acompanhado pelas duas garotas, que riam. Ah... É claro que pegou fogo na Igreja.