BJD
31 máx 17 min
BragançaPaulista21 Jan 2018


Colunistas


Autores do Hino da Proclamação da República
Sexta-Feira,  17 NOV 2017
Tamanho dos caracteres

 Comemorou-se no dia 15 de Novembro a Proclamação da República. O Hino à Proclamação da República do Brasil tem a letra de Medeiros e Albuquerque (1867 - 1934) e música de Leopoldo Miguês (1850 - 1902), publicado no Diário Oficial de 21 de Janeiro de 1890.

Em janeiro de 1890, o governo provisório do Marechal Deodoro da Fonseca lançou um concurso visando a oficialização de um novo hino para o Brasil. Leopoldo e Medeiros venceram o concurso, mas o hino acabou não utilizado como um novo hino do país.Em um decreto no mesmo mês do concurso, o governo brasileiro estipulou que a composição fosse empregada como Hino da Proclamação da República.



José Joaquim de Campos da Costa Medeiros e Albuquerque era jornalista, professor, político, contista, poeta, orador e romancista. Nasceu no Recife no dia 4 de Setembro de 1867 e morreu aos 57 anos, em 1934.

Leopoldo Américo Miguês nasceu em Niteroi, a 9 de Setembro de 1850. Foi compositor violinista e maestro brasileiro. Aos 32 anos foi à Europa para aperfeiçoar seus estudos. Regressando ao Brasil, destacou-se como regente. Suas obras: Poemas Sinfônicos -”Parisiana” e “Prometeu”; a Ópera, “Saldunes”; “Sinfonia em Si Bemol”; e as peças de câmara: “Sonata para violino e piano” e o “Allegro Apassionato” para piano solo.

Leopoldo Miguês foi um músico competente, excelente organizador, mas morreu cedo, aos 52 anos. Foi um grande continuador de Francisco Manuel da Silva e renovador do ensino de música no Brasil no século XX. É o patrono da cadeira nº23 da Academia Brasileira de Música.