BJD
33 máx 20 min
BragançaPaulista18 Jan 2018


Colunistas


Reunião sobre o Lago do Taboão
Sábado,  02 SET 2017
Tamanho dos caracteres

 No mês de agosto, tive uma longa conversa com o prefeito Jesus Chedid. Discutimos vários assuntos, mas o objeto da conversa era o Lago do Taboão e o prédio do antigo Colégio São Luiz.

No que se refere ao lago, nos foi mostrado o projeto do desassoreamento (que será o primeiro a ser realizado), e as obras de melhorias nas margens (que será feita após a retirada de 9 mil m³ de terra de dentro do lago e medidas para cessar o assoreamento).

O projeto está bonito, tem ciclovia, pista nova de caminhada e haverá a manutenção das árvores existentes.

Também se pretende evitar ao máximo a impermeabilização do solo. Estimou-se que no máximo em 2019 as obras estarão concluídas (dentro e fora do lago).

2 – Reunião sobre o prédio do antigo Colégio São Luiz


Em relação à reforma e restauração do prédio do antigo Colégio São Luiz, notamos que será mais difícil a execução total das obras previstas, visto que há problemas de verbas, discussões na justiça e atrasos nos cronogramas. A preocupação imediata é não deixar o prédio ruir ou ser danificado, e tentar viabilizar novas verbas para executar o projeto. A realização depende disso.

3 – Caminhões


Conforme se observa, é incontestável que melhorou muito o trânsito com a proibição de tráfego de caminhões nas entradas e saídas de Bragança, já que centenas deles usavam a cidade como mero atalho.

No entanto, a proibição de circulação dos caminhões de Bragança, das 7h00 às 09h00, e das 17h00 às 19h00, nos parece desnecessário e com reflexos negativos na economia local. A Prefeitura ficou de estudar a liberação desses caminhões (principalmente os de lojas de material de construção e comércio que faz entregas), mas até agora não respondeu aos que reclamam. É fundamental reavaliar isso.

4 – Obra a se destacar

Em que pese exageros na propaganda (marketing) da atual administração, que noticia com pompa e festa simples distribuição de camisetas (uniforme) a funcionários da garagem municipal e a inauguração de um simples posto de atendimento bancário do Bradesco, temos que registrar obra relevante: a reforma do Estádio Municipal foi necessária, importante e elogiável. Foi uma excelente medida.

Essa... pode e deve ser noticiada... que ninguém vai ironizar. E merecia maior destaque.

5 – Biblioteca

Seria bom que a Prefeitura implantasse na Zona Norte, onde há uma população enorme, e distância considerável do Centro, uma biblioteca. Seria uma opção cultural e de lazer interessante.

6 – Placa caindo: abandono

Está em “petição de miséria”, péssimas condições a Concha Acústica, localizada no Bosque dos Eucaliptos, no Lavapés.

Toda pichada, com teto caindo, é uma vista vergonhosa. Absurdo o abandono.

7 – Tanque do Moinho


O Tanque do Moinho continua com os mesmos problemas:

1 – Assoreamento constante do lago, tanto no seu início (próximo ao ribeirão do Toró), como nas proximidades do Clube (CRB), pois das ruas que ficam acima, desce grande quantidade de terra pela tubulação;

2 – Pesca com redes e tarrafas;

3 – As margens, ao lado da Sabesp, estão como palco de prostituição e tráfico de drogas. A boa notícia é que o projeto do ECOA – Prefeitura, de fazer um parque no local parece que finalmente se tornará realidade.

8 – “Macacos me mordam”

Estranho. É inusitado o que ocorreu em um prazo de três dias, três casos de saguis mordendo pessoas, um num bar próximo ao Jardim Público, outro no prédio da Prefeitura (pasmem) e outro na zona rural.

A Sra. Kate Michele Batista, que foi mordida na Prefeitura, nos procurou para relatar que tomou injeção antitetânica e antirrábica na USF, mas que na Vigilância Epidemiológica lhe disseram que o complemento na imunização, soro antirrábico, não é ministrado em Bragança.

Ligamos na Vigilância Epidemiológica e fomos informados que o soro é agendado na Unicamp e se aplicará até 4 de setembro. Os animais têm que ficar em observação. Esperamos que os casos sejam meras coincidências.

9 – Sabesp x Prefeitura


Parece que a Sabesp fez oferta à Prefeitura para renovar o contrato em condições menos vantajosas do que foi proposto anteriormente, em 2015 (as condições econômicas da empresa e do país propiciavam).

10 – Secretário da Capital

Escândalo na Secretaria do Meio Ambiente da Prefeitura de São Paulo. Gilberto Natalini (PV) foi exonerado depois de denunciar pressões para favorecer licenciamentos ambientais. Grave.

11 – Folclore: Ciúmes

Tanto na minha profissão (advogado), como no cotidiano, vejo situações de ciúmes que chagam a ser hilárias. Lembro-me de algumas:

1 – Um rapaz me disse que só arrumava namoradas “não bonitas”, porque elas não eram assediadas.

2 – Outro, durante uma separação judicial, disse que só deixaria um dos carros do casal com a ex-esposa, se fosse colocada uma clausula que proibisse a entrada de homens no veículo.

3 – Um outro, precursor do Teste de Fidelidade, já nos anos 80, testava as namoradas, pedindo para homens bonitos (com quem ele combinava) abordassem as moças. O índice de “reprovação” nos quatro casos que fez, foi de 100%.

4 – Outro, deliberadamente, dava caixas e caixas de bombons e chocolates a namorada, para que ela engordasse e se tornasse “menos bonita”.