BJD
31 máx 19 min
BragançaPaulista18 Jan 2018


Colunistas


Raposão e a “intervenção militar”
Sexta-Feira,  25 AGO 2017
Tamanho dos caracteres

 Tocar nesse assunto é como manipular um vespeiro sem ter conhecimento algum sobre o assunto. É picada na certa! Mas, Raposão nunca fugiu da raia e não será hoje que fará isso.

Longe de apologia ao crime, longe de estar querendo defender torturadores, longe de querer tolher a liberdade de quem quer que seja e muito mais longe de querer infringir qualquer direito que a esquerda brasileira berre (eeeeta pessoal sensível, sô!), a verdade é que depois de ver nesta semana que está se acabando, os deputados (e ainda estar vendo, pois ainda está em discussão) aprovarem o financiamento de BILHÕES para a campanha eleitoral deles mesmos, juro que pensei, e um monte de gente deve ter pensado também, de como seria este país sendo administrado novamente por militares!

Gente: “por enquanto” esse financiamento eleitoral será de SEIS BILHÕES POR ANO, o que dará aos políticos mais possibilidade de roubo e a reeleição assegurada pelas propinas já tão habituais.

E ainda querem reformar a previdência, porque os milhões de pessoas que recebem um salário mínimo ou um pouco mais que isso, elas sim são culpadas pelos rombos do caixa governamental!!?? Aaaaa, faça-me o favor!!!!

Lendo tudo isso, não dá vontade de torcer para “algum general” assumir essa “bagaça”? Ok, ok, sei que talvez não estivesse escrevendo aqui com esta liberdade se os militares assumissem o poder, mas como não pensar nessa hipótese diante da quadrilha instalada em Brasília, em todos os poderes, nos Estados e Municípios e em empresas estatais? Como?

Parece que vivemos uma guerra civil, onde cada um quer livrar e salvar a parte dele e que se dane o país! E nós aqui, o povo, pagando todos os patos possíveis!? Só peço a Deus, “por enquanto”, para tirar essa ideia de militares da cabeça de Raposão! “Por enquanto”.

ESTATIZAR

Mais uma vez sei que os esquerdistas vão gritar, berrar, injuriar e talvez até xingar Raposão, mas acho que não devia haver empresas estatais. Vimos nos últimos 30 anos (ou mais) que elas só servem para serem roubadas, tomadas de assalto por funcionários corruptos e por políticos que nomeiam dirigentes com a única finalidade de desviar dinheiro, enfim, só servem para causar rombos para “a gente” pagar.

Alguém aí duvida que se a Petrobras fosse privatizada, teríamos gasolina pela metade do preço em menos de um ano? E se essa privatização da Eletrobrás, que esta semana anunciaram a possibilidade disso ocorrer, realmente vier a acontecer, quem duvida que a conta de luz “abaixa” uns 50% num “breve espaço” de tempo?

Basta lembrar o que houve com a telefonia neste país, onde um telefone era algo caríssimo nos anos 80, algo quase inatingível para a grande maioria da população (um telefone fixo era comercializado por cerca de mil dólares naquela época) e hoje a empresa de telefonia coloca um na sua casa quase de graça ou de graça mesmo!

Sinceramente...se depender de Raposão, que se privatize tudo!!! Não aguento mais ver tanta gente roubando e destruindo as empresas estatais!

ENQUANTO ISSO...

...o projeto de lei, que retira o foro privilegiado dos senadores, deputados e outros políticos mais, está totalmente parado na Câmara dos Deputados, em Brasília, isso depois de já ter “andado” no Senado.

Os deputados colocaram esse projeto no fundo de alguma gaveta e só Deus sabe se um dia ele entrará em pauta.

Depois a gente “sonha com militares no poder” e muita gente vai me xingar!? Mais uma vez, peço: óóóó meu Deus! Tire isso da minha cabeça!

GILMAR: UM BOM, OUTRO NÃO TÃO BOM !


Raposão se lembra de um famoso: era goleiro “do” Santos, do simpático clube praiano. Este sim prestava! Jogava muito bem no gol!

Já em Brasília, lá no Supremo Tribunal Federal, tem “um Gilmar” que está soltando um monte de suspeitos. Refiro-me ao ministro do STF, Gilmar Mendes, que andou soltando todo mundo que foi preso no Rio de Janeiro, pessoas acusadas de dar propinas no setor de transportes.

Gilmar é muito “suspeito”, afinal ele até foi padrinho de casamento da filha do empresário Jacob Barata Filho, o principal acusado de distribuir propinas no Rio de Janeiro.

Fica a pergunta: por que o ministro Gilmar Mendes não declarou sua suspeição e deixou para outro ministro julgar o Habeas Corpus dessa turma envolvida em propina? Por que ele mesmo pôs em liberdade essa turma de suspeitos que estava presa?

Ora, se a lei prevê que o juiz deve se declarar suspeito em julgar determinado processo, ele não fazendo isso, fica muito estranho, fica ainda mais suspeito, não acha?

Acho essa determinação do ministro Gilmar Mendes, pondo essa turma toda na rua, uma vergooooooooooonhaaaaaaa!!!!! E isso faz Raposão, mais uma vez, ter aquele maldito pensamento nos militares de novo!!!

ATÉ QUANDO ?

Há algumas semanas, a Sabesp fez um reparo na Avenida Imigrantes, quase na entrada da Rua da Vila Malva, e deixou por lá mais um serviço “porco” (com o devido perdão aos porcos, não tão porcos como os reparos da Sabesp), com desnível no asfalto, enfim, mais deixou um buraco por lá do que um reparo!

Mais uma vez Raposão pergunta: até quando?

NÃO É POSSIVEL !!!!

Em menos de três dias, dois barcos naufragam no Brasil, um lá no Pará e outro em Salvador, Bahia. Ambos os barcos tinham dezenas ou centenas de pessoas a bordo e até agora há notícias de dezenas de mortes.

O homem chega com segurança até a lua e ao espaço e dois barcos naufragam no Brasil. Óbvio que tem coisa errada aí!!! Não é possível que não tenha!!!!

ESCOLTA OU VIGIA ?

O ex-presidente, que quando presidente iniciou a destruição deste país (o Brasil só está assim porque ele iniciou a quebradeira que hoje reina, dando muito dinheiro, inclusive, para Venezuela e Bolívia, lembra-se?), ou seja, o tal do Lula “Falastrão” da Silva, está andando pelo nordeste, praticamente já fazendo campanha eleitoral (e cadê a Justiça Eleitoral que não enxerga isso?), visto que está percorrendo muitas cidades em caravana e fazendo os mesmos discursos de antes, ou seja, cheio de “lero-lero” e mentiras.

Tenho um amigo que tem empresa lá pelo lado do Estado de Sergipe e também da cidade de Maceió, e me mandou um vídeo mostrando a caravana de Lula passando pela estrada, sendo acompanhada pela Polícia Rodoviária, para a indignação deste meu amigo.

Tratei logo de acalmá-lo, pois o alertei que talvez não se trate de escolta, mas sim de vigia para ele não fugir.

Só assim o meu amigo se acalmou...e eu também!

Um bom final de semana a todos, lembrando que esta Coluna é meramente fictícia, com verdades e inverdades (cabendo a você, leitor, descobrir qual é qual?), e na sexta-feira que vem tem mais (se Deus assim consentir), lembrando que Raposão aceita dicas, opiniões, críticas e, é lógico, elogios (desde já, os agradeço), que podem ser feitos via e-mail, telefone (ver ambos abaixo), “sinais de fumaça” ou cartas para redação do BJD, situada à Av. Antônio Pires Pimentel nº 957, Centro, Bragança Paulista, CEP 12914-000.

Acompanhem também Raposão na Internet, pelos sites www.bjd.com.br e no Facebook (Raposão João Raposo Advogados Associados) ou no Instagram (joao_raposo João Raposo Advocacia – Raposão). ADVOGADO João José Raposo de Medeiros Jr. é colaborador do BJD desde 1982. Contatos pelo e-mail joao_raposo @terra.com.br ou pelo tel. 9-8353-5626 (cel. TIM) (digite o número 9 mais a palavra “TELEJOAO” no teclado do tel que dá esse número, bem mais fácil de guardar, não?) ou pelo Whats App (ZapZap) 9-9903-4555 (cel. VIVO).