BJD
31 máx 19 min
BragançaPaulista17 Jan 2018


Colunistas


Raposão e o boi chamado Temer
Sexta-Feira,  04 AGO 2017
Tamanho dos caracteres

 Para quem leu o título acima, com certeza deve estar pensando: agora Raposão deve ter endoidado de vez! Que história é essa de “boi’ chamado Temer?

Calma! Raposão explica: ao contrário do que você possa pensar, a história do “boi chamado Temer” começa no sábado retrasado, mais precisamente numa estrada de terra do Bairro Sete Pontes (estrada Bragança-Piracaia), a caminho de uma conhecida Marina que tem por lá.

Raposão se dirigia, juntamente com sua filha (a “famosa” Lalá), para passar umas horas de descanso, lazer e diversão (Raposão não tem nenhum iate, mas sim um “pois é” das águas, o suficiente para se distrair um pouco).

Quase que próximo ao nosso destino, eis que nos deparamos com um caminhão atravessado no meio da estrada, impedindo a passagem. Ele estava encostado com a traseira no barranco, para justamente usar o mesmo como uma plataforma para que um boi adentrasse na caçamba do caminhão.

Ocorre que, mesmo encostado no barranco, ainda restou cerca de um metro de altura entre o barranco e o caminhão, para que o boi pudesse entrar na caçamba. E o pessoal puxava o boi daqui, empurrava dali, enfim, nada do boi subir para dentro da caçamba.

Obviamente que aquilo não era uma maneira adequada de fazer o boi entrar no caminhão, e aquilo foi nos irritando, pois víamos que o boi estava ficando exausto e até mesmo machucado (não sei há quanto tempo aquele pessoal “sem noção” estava ali, judiando daquele pobre animal).

Obviamente que descemos do nosso veículo e tomamos as providências necessárias para que aquela cena cessasse, afinal o boi já havia até deitado no chão, de tão cansado que estava.

E é aqui que entra a história do “boi chamado Temer”.

BOI CHAMADO TEMER ????

Tal qual o boi, que deitou de tão exausto que estava, assim também está o povo brasileiro, exausto com essa quantidade de políticos corruptos e de tantas falcatruas que a toda semana são descobertas. Tão cansado que, ao invés de sair às ruas para pedir o impeachment desse presidente, que não é de hoje que tem muitas coisas a explicar ao povo brasileiro, preferiu, em sua grande maioria, se calar, tal como o boi que, cansado, se deitou, na esperança que a permanência de Temer cause menos males à nação, do que ter de enfrentar mais um processo de impeachment, talvez com efeitos devastadores sobre a nossa economia.

Sabe aquela história de ruim com, pior sem? Pois é...é mais ou menos assim que o povo brasileiro está: cansado de todos esse desmandos e desses larápios. Assim, talvez isso explique as poucas manifestações pelo “Fora Temer”, pois já que tem eleição no ano que vem, vamos aguardá-las ao invés de criar mais um tumulto político que, com certeza, iria afetar mais uma vez o nosso pão de cada dia.

PIADA

DER afirma que a velocidade máxima de 60 km/h na estrada Bragança-Itatiba não pode ser alterada.

“Uéééé”!!! Até dois meses atrás (e por décadas) era essa a velocidade, por que agora não pode voltar a ser o que era? O que mudou na estrada? Alguém aí tem notícias de algum terremoto que afetou a topografia da estrada?

Alô DER: lamentável!!!!!

ENQUANTO ISSO...

...governador Geraldo Alckmin anunciou a duplicação da Raposo Tavares. Mas, para Bragança, nada!!! Ou melhor, para cá apenas promessas de duplicação e mais promessas, que já ocorrem há décadas!

Já passou da hora da estrada Bragança-Itatiba ser duplicada!

E aí Alckmin, como fica?

“UM BILHÃO”


Nosso dinheiro não vale mais nada mesmo! O Real está cada vez pior! O time francês Paris Saint-German, também conhecido por PSG (onde por anos jogou Raí, o craque do tricolor do Morumbi), está pagando quase “um bilhão” pelo jogador Neymar.

Isso mesmo que você leu: a oferta é de 222 milhões de Euros, o que em dinheiro “nosso” dá cerca de 820 milhões. Com isso, já há rumores que alguns políticos, ops, digo, que “muitos” políticos estão querendo processar o Joesley Batista por dar propina muito baixa, afinal, se o passe de Neymar, que não vota nenhuma emenda de orçamento, vale quase “um bi”, quanto vale de um político brasileiro?

CAIXA CHEIO

A verdade é que “tá” todo mundo falando da venda bilionária do Neymar, se o PSG vai conseguir ajudá-lo a se transformar no maior jogador do mundo, etc e tal.

Só estão esquecendo de uma coisa: o Barcelona vai por no bolso quase “um bilhão” e o que será que vai fazer com esse dinheirão todo???

Aguardemos...

SÍTIO SEM DONO ?

Mais uma vez vimos a Sabesp realizar uma obra, numa avenida de grande movimento, em plena luz do dia, ocasionando congestionamentos e transtorno à população.

Desta vez foi na Avenida dos Imigrantes, bem próximo à rotatória da Avenida Alberto Diniz (avenida de acesso ao Shopping) e, pasme, tal obra se estendeu até no final de semana, sendo que na manhã de sábado o transtorno foi enorme, devido o movimento de carros que passava por ali para acessar o circuito das águas.

O que se nota, salvo se houvesse necessidade dessa obra ser realizada de dia, é que, mais uma vez Bragança é tratada como “um sítio” (com todo respeito aos sítios maravilhosos que temos na região), como um lugar onde o bem estar da população pouco importa!

Raposão aproveita para solicitar a algum dos nossos vereadores (alô vereadores!!!!), que faça um pedido de informação querendo saber dessa empresa, que por sinal está querendo renovar seu contrato com o munícipio, se tal obra não poderia ter sido feita à noite, e se por ventura a resposta for não, que venha com as devidas explicações.

Raposão fala há décadas: Bragança não pode ser tratada como sítio sem dono! (já chega aquele que tem ali em Atibaia, mas que é muito bem cuidado!).

DEIXOU SAUDADES

Chegou ao fim o Festival de Inverno 2017 e com ele muitos momentos bons já deixaram saudades.

Para a alegria do secretário Cleber Centini, que deve estar rindo à toa, o festival deste ano foi crescendo, foi abraçado pela população, que superlotou muitos eventos, e acabou se transformando, talvez, no festival que mais público atraiu.

Obviamente que tudo isso não seria possível sem o empenho de toda a equipe da Secretaria e de muitos outros setores da Prefeitura, e Raposão aproveita para parabenizar a todos.

A alegria é tão grande que já se fala em realizar o Festival de Verão. Se com o frio o pessoal já saiu de casa, imagina com as noites quentes de verão o que vai acontecer, ainda mais se a chuva de verão não der as caras!?

Raposão torce para que o Festival de Verão se transforme em uma realidade já no próximo ano. Sem dúvida será um marco em matéria de cultura e turismo.

Aguardemos e “torçamos”!

MEMÓRIA

Raposão é justo e gostaria aqui de saudar e parabenizar um ex-secretário de Cultura, que criou o formato que até hoje é utilizado no Festival de Inverno. Refiro-me a Alessandro Sabella, que, quando secretário, criou a “canja com canja” (noite regada a canja, onde um artista ou cantor dava uma “canja” do seu trabalho), levou eventos para o ar livre e para os lugares mais diversificados (descentralizando o festival), enfim, criou muita coisa que acabou se firmando durante o passar dos anos com a realização de outros festivais.

Como sempre digo: é bom nos lembrarmos das pessoas, para um dia sermos lembrados também!

Um bom final de semana a todos, lembrando que esta Coluna é meramente fictícia, com verdades e inverdades (cabendo a você, leitor, descobrir qual é qual?), e na sexta-feira que vem tem mais (se Deus assim consentir), lembrando que Raposão aceita dicas, opiniões, críticas e, é lógico, elogios (desde já, os agradeço), que podem ser feitos via e-mail, telefone (ver ambos abaixo), “sinais de fumaça” ou cartas para redação do BJD, situada à Av. Antônio Pires Pimentel nº 957, Centro, Bragança Paulista, CEP 12914-000. Acompanhem também Raposão na Internet, pelos sites www.bjd.com.br e no Facebook (Raposão João Raposo Advogados Associados) ou no Instagram (joao_raposo João Raposo Advocacia – Raposão).

- ADVOGADO João José Raposo de Medeiros Jr. é colaborador do BJD desde 1982. Contatos pelo e-mail joao_raposo @terra.com.br ou pelo tel. 9-8353-5626 (cel. TIM) (digite o número 9 mais a palavra “TELEJOAO” no teclado do tel que dá esse número, bem mais fácil de guardar, não?) ou pelo Whats App (ZapZap) 9-9903-4555 (cel. VIVO).