BJD
31 máx 19 min
BragançaPaulista18 Jan 2018


Colunistas


Olavo Bilac
Sábado,  29 JUL 2017
Tamanho dos caracteres

 TRECHOS DO DISCURSO À PATRIA> 1) “Na juventude o patriotismo é brilho, clarão, fervor, explosão natural da alma inocente, amor inconsiderado e espontâneo. Mas na maturidade, ele é feito de reflexão e certeza, de carinho bem sentido e afeto bem pensado, de gratidão refletida e de amor consciente.

Nesta idade o patriotismo perde, é certo, o ardor, a veemência, o impetuoso entusiasmo do outro; mas, em compensação, alarga-se e aprofunda-se, ganha raízes no sentimento e na inteligência, liberta-se das ideias errôneas, emancipa-se dos preconceitos, cuja felicidade só era disfarçada pela beleza do sentimento a que se agarravam como parasitas, - e lucra em solidez o que perde em vigor.”

2) “Amo-a porque a conheço; amo-a porque aprendi, pouco a pouco, a amá-la nas suas virtudes, nos seus sofrimentos, até nos seus desvarios e nos seus erros e no seu grande, nobre e inalterável desejo de ser pacífica, de seguir o caminho da verdade, de vencer e prosperar pelo trabalho e pela cordura; amo-a porque a sei constituída de uma raça mais triste do que alegre, mais comedida do que ousada, mais tímida do que arrogante, - porém sempre animada de uma suave tolerância e de uma divina bondade, que nunca a deixaria permanecer num erro ou numa injustiça; amo-a quando a vejo empenhada no resgate de erros, perdoando a loucura dos filhos que a magoaram, e banhada de um luar suavíssimo, aliando a energia e a meiguice”. Será que nossos políticos, que corrompem nossa Pátria, por ela têm amor?

ACREDITE SE QUISER

PROGRAMA RODA VIVA – 28/NOV/1988> LULA>
“Ou seja, o povo brasileiro não está precisando de um “paizão”, porque “paizão” ele teve a vida inteira; alguém que dissesse que vai resolver tudo, ele já teve. O que ele está precisando é de um companheiro, e um companheiro que acredite em outro tipo de governo, que acredite que é possível chamar a dona de casa a dar palpite, o companheiro trabalhador a ajudar a deliberar o que vai ser feito neste país.

Eu não prometo ser um “paizão”, não, eu prometo ser um companheiro que vai agir com a honestidade maior que possa existir na face da Terra para permitir que a classe trabalhadora brasileira possa viver, possa morar, possa comer e possa trabalhar.

É esse presidente que eu quero ser e acho que é desse presidente que o povo está precisando. Aquele negócio de querer alguém que dá bronca, que vai multar carro na rua, o povo não está precisando mais, o povo cansou, enjoou. Está precisando é de um outro tipo de político e eu pretendo ser esse outro tipo de político de que eu acho que o povo brasileiro precisa”.

JADER GONTIJO MAIA

“ABORDAR
o discurso político requer de antemão que se compreendam os sentidos que envolvem tanto o conceito quanto a prática política e o que ele pode representar em diferentes situações, bem como exige que sejam observadas as características da palavra política e de sua circulação no espaço social”. - “O discurso político pode ser compreendido também como comentário, forma esta considerada como corresponde ao campo político, mas que não representa uma implicação direta nas ações políticas, sendo externo ao espaço de execução do poder”. – “O discurso político também está estruturado em três diferentes e complementares espaços de estratégia: estratégia de legitimação, estratégia de credibilidade e estratégia de captação.

Pela legitimação, a instância política estabelece o contato e busca garantir a relação; através da credibilidade ela promove a imagem e possibilita a identificação; e na captação ela busca o equilíbrio entre a emoção e os processos de dramatização nela envolvidos, com a razão lógica dos argumentos.

São utilizadas também, neste tipo de discurso, estratégias de persuasão que buscam evocar imagens responsáveis por promover credibilidade e identificação. Representações estas feitas sobre os valores de um grupo social e que transmitem idéias como virtude, potência, competência, chefe unificador, bem como a idéia de humanidade e de solidariedade, de uma aproximação ao povo”.

POR AQUI

RUAS RECUPERADAS
com asfalto de primeira qualidade e o trepidar das máquinas alegra o espírito e a opinião coletiva traduz a visão de um administrador que nos discursos da campanha política pareciam imaginários, principalmente diante das crises política e econômica.

A ausência de recursos sustentava a dúvida. Ora, a opinião coletiva não se resume apenas à soma de opiniões individuais. Ela avança para a opinião pública quando os indivíduos conquistam o discernimento de que integram de fato a vida em sociedade.

Assim, no campo de batalha discursiva durante a campanha em 2016 aos poucos o objetivo do discurso político convence por efeito da verdade do qual se revestiu na promessa e na fala política. Não se pode ignorar> Jesus Chedid está superando dificuldades em outras áreas também!

SUPERAÇÃO

PROMETER
em época não muito favorável, aqui, parece pertencer ao passado e mais uma vez escancara que no seu discurso político o prefeito Jesus Chedid evocou quase sempre a ideia de uma força vital e até mesmo moral para mostrar à sociedade como transpor determinados obstáculos e que vigoram ainda no amadurecer das crises e notadamente da crise política. Nenhum milagre> através do trabalho, do esforço e da dedicação! Nem tudo é ouro ou prata> algumas áreas reclamam sim as medidas e as providências urgentes.

Como acompanhei todas as promessas de todos os candidatos ao cargo de prefeito municipal em 2016, sem medo de errar percebi que nos discursos políticos deles, apenas um concorrente estampava a coragem e firmeza no propósito e que demonstrava a vontade de fazer e de realizar o projeto de governo. Não errei!

IMAGEM DA SERIEDADE

IMPORTANTE
é a imagem de seriedade no campo político. Após a conquista do cargo haja a correspondência do que eram apenas atributos oratórios. Aí os eleitores avaliam todos os aspectos comportamentais evidenciados na campanha.

No que se refere ao programa de governo, todos nós procuramos como estão sendo executados e se os recursos estão sendo bem aplicados. Aliás, um comportamento permanente e até o presente momento as expectativas da instância cidadã não pode reclamar.

IMAGEM DA COMPETÊNCIA

REPRESENTAÇÃO
da competência se manifesta através da nítida eficiência na gestão administrativa. Deriva também da experiência em governar. Sete meses é um curto espaço de tempo, mesmo assim, sem dúvida nenhuma é a fase mais complexa e difícil. O início não perdoa o errar! Acertar nem sempre acontece, entretanto, não se pode falar que a atual administração, sob o controle do prefeito Jesus Chedid, esteja em curso de erros.

Contrariamente, revela o que se aguardava. Governar sem medo de errar é um propósito permanente. Lembro aqui a célebre frase de Paulo Pinheiro Chagas> “A vida pública é uma longa provação. A posição política, alta ou modesta, cômoda ou difícil, é o desdobramento lógico de uma obrigação moral, cujo vínculo é o povo que elege e confia.”

ATÉ A PRÓXIMA