BJD
33 máx 20 min
BragançaPaulista18 Jan 2018


Colunistas


Turismo Rural e sustentabilidade
Terça-Feira,  13 JUN 2017
Tamanho dos caracteres

 O turismo nos últimos anos está entre as atividades mais rentáveis, seja o turismo histórico e cultural, de aventura, religioso, gastronômico, ecoturismo, de eventos, de saúde, de esportes, de intercâmbio, de negócios, de lazer ou rural.

Estes conceitos de turismo vêm sendo classificados de acordo com o tipo de interesses e objetivos em comum, buscando sempre aumentar o conhecimento do turista não só na história e cultura local, mas também na convivência, no conhecer e saborear novas comidas e bebidas, na busca do contato com a natureza, nas novas experiências, sejam elas individuais, familiares ou coletivas.

Ao explorar o turismo em determinado local, temos que considerar as questões de infraestrutura, questões de preservação ambiental, respeito à cultura e história do local.

Estas atividades turísticas podem gerar muitos benefícios para a cidade, desde que planejados, pois caso não aconteça, poderemos ter problemas tanto para o turista como para a comunidade receptora.

Toda atividade turística terá que atender a necessidade do turista, suas expectativas e objetivos. Turismo com lazer, com descanso, entretenimento, boa acomodação, comida e locomoção. A partir do momento em que o local decide explorar o turismo, deve-se avaliar os impactos positivos e negativos, nos demais segmentos: social, econômico, cultural e meio ambiente.

Importante elaborar um plano de negócios na utilização de ferramentas de sustentabilidade a curto, médio e longo prazo.

Ferramentas estas como: estudo de impacto ambiental, envolvimento com a comunidade local, educação para o turismo, plano de manejo e finalizando com o plano de negócios, onde a gestão da atividade turística será assegurada com benefícios e lucros.

Por isso a preocupação com a sustentabilidade, somos somente usuários passageiros, sendo importante pensarmos nas gerações futuras, no respeito à conservação e restauração do meio ambiente.

Atraídos pelo amor à terra, à natureza e às raízes locais, alguns proprietários rurais, preocupados em permanecer em suas propriedades buscam novas alternativas.Vender a terra para futuros loteamentos ou novas empresas, com o desmatamento, o deslocamento de animais e pessoas que ali estão fixados, com a transformação do local rural em urbano, não é uma boa e melhor solução.

Atualmente, em muitas regiões, a agricultura e pecuária encontram-se em decadência e sem perspectivas, e uma solução seria agregar o turismo rural.

Assim, o Turismo Rural em nossa cidade vem despertando o interesse de pequenos produtores e proprietários rurais, hoje preocupados em complementar sua renda na conservação e valorização das suas propriedades.

Nossa cidade tem um grande potencial para este segmento do turismo, falta apenas organização, planejamento, integração entre proprietários rurais para que possam juntos elaborar um roteiro turístico, com treinamento, resgate à cultura local e implementação das atividades.

Este conjunto de atividades desenvolvidas no meio rural, comprometidas com a produção agropecuária, agregando valor a produtos e serviços, no resgate às raízes locais, damos o nome de “Turismo Rural.”

Pensem em defender, conservar e reflorestar nossos mananciais, nossas matas, importante manter a produção agropecuária, pensar nas alternativas, quem sabe assim virá a realização como pessoa, como comunidade rural e como história. COLABORADORA: BIA MAIA - COLETIVO SOCIOAMBIENTAL E BRAGANÇA+