BJD
31 máx 19 min
BragançaPaulista18 Jan 2018


Colunistas


Festival Clássico - Parte II
Sexta-Feira,  02 JUN 2017
Tamanho dos caracteres

 Franz Von Suppé (1819-1895) - Compositor austríaco, de origem belga, é um dos criadores da prolífica e popular opereta vienense. Nesse campo conta com páginas como “A Bela Galateia, A Dama de Pique e Bocaccio”. Mas o que fez Suppé passar definitivamente à posteridade, foi algumas das suas muito populares aberturas, como “Cavalaria Ligeira e Poeta e Aldeão”.

Pietro Mascagni (1863-1945) - Compositor italiano, discípulo de Ponchielli, foi cultivador da ópera “verista” (uma especialidade lírica que segue o realismo literário de finais do século XIX, esquece a visão histórica e salienta o dramático da vida real).

Tornou-se especialmente famoso com a obra “Cavallaria Rusticana” estreada em Roma em 1890, e que se situa na Sicília rura, onde tem lugar uma trágica história de “vendetta”(vingança). Além desta obra, Mascagni escreveu outras, como “O Amigo Fritz e Iris”, uma sinfonia e um réquiem.

Georges Bizet (1838-1875) - Compositor francês formado na Escola operística do seu mestre Halevy, Bizet, criou, além de óperas como “Os Pescadores de Pérolas” e a famosíssima “Carmen”, notáveis peças sinfônicas que se distinguem pela qualidade da instrumentação, como a suíte “A Arlesiana, Jogos de Miúdos”, etc. A ópera “Carmen”, uma das mais populares da história do gênero, foi estreada em Paris em 1875.