BJD
33 máx 20 min
BragançaPaulista18 Jan 2018


Colunistas


Então é Natal......
Sábado,  24 DEZ 2016
Tamanho dos caracteres

 Temos um aniversariante muito especial... E o que podemos dizer da vida dele?

Bem.... Ele sempre foi muito simples. Nasceu em um local muito simples, viveu de maneira mais simples ainda. Não me consta que tenha estudado, não fez faculdade, nem mestrado, nem doutorado... Mas é chamado de Mestre. Aliás, essa é a única forma que ele aceitou ser chamado durante toda a sua vida. Senão vejamos...

Ele não fez faculdade de direito, mas criou um código de ética e de moral insuperável, que é totalmente adequado para todos os países e todos os povos. Embora tenha deixado bem claro: Eu não vim destruir a lei!

Não se formou em economia, mas resolveu assuntos econômicos complexos em sua época, como por exemplo, quando orientou a Dar a César o que é de César.

Ele não estudou medicina, mas realizou curas ao longo de toda a sua vida; tanto diversas curas físicas, como também curas morais. Nos explicou que “os sãos não precisam de Médico”. E que “o mal não é o que entra na boca do homem, mas o que sai da boca do homem, pois o que sai da boca do homem é aquilo do qual o seu coração está repleto”.

Não estudou Psicologia, mas é até hoje considerado o maior psicólogo da humanidade.

Não fez Pedagogia, mas desenvolveu um método de ensino, que é admirado até hoje. Vejamos algumas de suas parábolas mais famosas: O bom Samaritano, A Figueira Seca, A festa de Núpcias, O mau rico, Talentos, O Semeador, A porta estreita, Os últimos serão os primeiros, Deixai os mortos enterrarem seus mortos, A Candeia debaixo do Alqueire, Olhai as Aves do Céu.

Ele não foi a “Super Nane”, mas nos ensinou muito sobre a ingratidão dos filhos e os laços de família, quando nos disse que “todo aquele que segue ao Pai que está nos Céus são sua mãe e seus irmãos”. Nos ensinou ainda: Honra ao teu pai e a tua mãe!

Ele disse também algumas coisas bem interessantes e algumas que até pareceram contraditórias: Não vim trazer a paz, mas a espada; Ao que lhe tem se dará e ao que não tem, até o que tem se retirará; Amai os vossos inimigos; Se alguém te ferir na face direita, ofereça a outra face; É mais fácil um camelo passar por uma agulha do que um rico conquistar o reino dos céus; Pagar o Mal com o Bem; Caridade com os Criminosos; Quem se elevar será rebaixado; A fé transporta montanhas;

Ele foi sempre paciente e acolheu a todos que o procuraram. Como faz, aliás, ate hoje inclusive. Ele nos ensinou muitas outras coisas. Por exemplo, nos ensinou que a Caridade é mais importante que a própria fé, e nos disse: Não façais aos outros aquilo que não gostaríamos que fosse feito a nós; e mais: Faça todo o bem que puder, pois não basta carregar a vossa cruz; é necessário que ajudemos os outros a carregarem a deles também.

Nesse sentido, nos ensinou também: Perdoai para que Deus vos perdoe; Reconcilie-se com seus Adversários; Não julgueis para não serdes julgados; Faça o bem sem ostentação; Que a mão esquerda não saiba o que faz a direita; Daí de graça o que de graça receber; E que a quem muito foi dado, muito será pedido;

Embora suas palavras tenham sido algumas vezes, simplesmente, Sim Sim e Não Não.... não se tem noticia que ao longo de sua vida tenha repelido, tenha feito “cara feia”, tenha ficado de mal, tenha desejado o mal, tenha agredido ou tenha perdido a paciência com quem quer que seja... E olha que ele passou por poucas e boas heim !!!!

Ao pecador ele disse vá e não peques mais; Ao vingativo ele disse atire a primeira pedra aquele que estiver sem pecados; Ao materialista orientou a se desfazer de todos os seus bens e ensinou que não é possível servir a dois Reis simultaneamente.

Portanto não se pode amar a Deus e a Mamon; Aliás, apesar de ter sido chamado de Rei e de ter sido obrigado a usar uma coroa de espinhos, explicou que o seu reino não é deste mundo e que ele iria arrumar o local ao lado do Pai para que quando para lá formos esse local esteja totalmente preparado.

Àqueles que haviam perdido a fé e a esperança, ele disse: Bem aventurados os aflitos; Há muitas moradas na Casa de Meu Pai e a Felicidade não é deste mundo; Meu jugo é leve e o meu caminho é Suave; Pedi e Obtereis; Ajuda-te e o Céu te ajudará!

Explicou que o Reino dos Céus pertence aos Mansos e Pacíficos e que: São bem aventurados os que são puros de coração; Bem aventurados os Mansos e os Pacíficos; Bem aventurados os Misericordiosos;

Disse que reconhece-se o Cristão pelas Suas Obras, e que conhece-se a Árvore pelos seus frutos; Mostrou a importância da Afabilidade e da Doçura e também quais são as características da Perfeição.

O seu poder de síntese então, é simplesmente fantástico. Reduziu todos os seus ensinamentos em uma pequena palavra, uma palavra de apenas quatro letras..... AMOR.

E explicou esses ensinamentos em uma frase: Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. Lembrando que o próximo é toda a humanidade.

Que cada um de nós, em nossas casas, com a nossa família, com os nossos amigos, possa ter um Natal com muita harmonia, com muita paz; que sejamos todos envolvidos com muita luz e que não só no dia de Natal, mas que ao longo do próximo ano e ao longo da nossa existência, possamos sempre lembrar e colocar em prática os ensinamentos do Cristo.

Envie suas dúvidas, comentários, críticas e sugestões para o Autor: Silney de Souza, pelo email: silney.souza@yahoo.com.br