BJD
31 máx 17 min
BragançaPaulista22 Jan 2018


Colunistas


Placas de Pedra históricas da Catedral
Quarta-Feira,  26 NOV 2014
Tamanho dos caracteres

 Alguns meses atrás, precisamente no dia 14 de maio, noticiei nesta coluna a existência de uma placa de pedra que se encontrava guardada num dos depósitos no subsolo de nossa Catedral. Essa placa de pedra, relíquia de nossa história, tem as inscrições comemorativas das datas de fundação da cidade, 1763, e da criação da paróquia, em 1765.

Estava quebrada ao meio, impregnada de sujeira e com marca de “lata de tinta” sujando sua face principal. Assim que soube da existência da mesma, naquela oportunidade, o funcionário da Catedral e eu a guardamos num local seguro; posteriormente fui à Cúria e tive um dialogo com o Bispo Diocesano, Dom Sérgio Colombo, dando-lhe ciência da mesma. Aproveitando a oportunidade, sugeri, inclusive, que ela fosse restaurada e afixada no interior da Catedral para que todos nós, munícipes, pudéssemos vê-la.

Como estava quebrada e necessitando de limpeza, Padre Marcelo Falsarela, pároco da Catedral, enviou essa placa para restauração à empresa Decor Marmo Pedras Decorativas, que fica na Av.Alberto Diniz, 775.

Os proprietários da empresa, Antônio Achiles Mazochi, sua esposa Vera Lúcia Gutierrez Mazochi e seu filho André Mazochi, executaram com absolutamente perfeição o restauro solicitado, a quem também não poderíamos deixar de citar, e darmos os parabéns pelo belíssimo trabalho, que ressaltamos, feito gratuitamente.

Quando retornou do restauro, estive na Catedral para vê-la e, para minha surpresa, existia outra, que também fora enviada para limpeza junto com a primeira, que também necessitava ser restaurada, pois havia sujeira impregnada em função do tempo. Também retornou limpíssima, num belo trabalho executado.

Essa “nova” placa de pedra é de feitura igual a anterior já revelada. Tem o mesmo tamanho, mesmo material, mesmo desenho onde abriga as letras, e o que difere é o texto escrito (em Latim); a primeira tem as inscrições “I e II” mais texto; essa outra, “III e IV”, ou seja, quatro momentos importantíssimos de nossa história eternizados naquelas placas de pedra. Essa, segunda, reproduzimos abaixo:


III – 29 - NOVEMBRIS – 1797 – IN OPPIDVLVM PROMOTA – NOVA BRIGANTIA –APPELLATVR – (29 de Novembro de 1797 – promovida a Vila com o nome de Nova Bragança)


IV – 24 -APRILIS– 1856 –BRIGANTIA – IN CITITATEM PROMOVETVU –(24 de Abril de 1856 – Bragança promovida a cidade).

(Tradução do Latim para o Português feita pelo Monsenhor Giovanni Barrese)

1. Em 1797 éramos “Freguesia de Conceição do Jaguari”. Naquela oportunidade os moradores encaminharam um pedido ao Governador e Capitão-General da Capitania de São Paulo, Antônio Manuel de Mello e Castro e Mendonça, para que fossemos desmembrados da Vila de Atibaia, e o pedido foi aceito. Em 29 de Novembro de 1797, numa cerimônia realizada, fomos “elevados” à categoria de “Vila Nova Bragança”, em homenagem à família Imperial.

2. Já em 24 de abril de 1856 aconteceram muitas festividades, com a área urbana toda enfeitada, e fomos “elevados” a “Cidade”. Cidade de Bragança, ainda sem “Paulista”.

Essas placas, logicamente foram confeccionadas “em ou após” 1856; quem sabe até foram confeccionadas na ocasião das festividades de elevação à Cidade – um momento propício para as mesmas. Antes se acreditava que foi feita em 1765, por ocasião da elevação à Paróquia, mas com o aparecimento dessa outra, de igual feitio, a provável data muda.

Quando foram feitas exatamente não sabemos, até porque não encontramos registros sobre ambas, mas temos certeza, são duas relíquias importantes da história de nossa cidade e devem ser expostas na Catedral, dentro em breve, para que todos munícipes as conheçam.

TEATRO CEGO

No próximo sábado, dia 29 de novembro, no Espaço Cultural Geraldo Pereira, no Matadouro, será apresentada a peça “O Grande Viúvo”, de Nelson Rodrigues. Serão duas apresentações: às 20h00 e às 21h30. É gratuito e aconselhável a maiores de 14 anos. Não precisa retirar ingresso, é só comparecer.

LEI DE INCENTIVO À CULTURA INSCRIÇÕES ABERTAS

Estão abertas inscrições para as pessoas interessadas em receber incentivo em projetos culturais. As inscrições seguem até o dia 15 de dezembro. Podem se inscrever interessados em receber incentivos nas áreas de música e dança, teatro e circo, cinema, fotografia e vídeo, literatura, criações científicas e tecnológicas, acervo e patrimônio histórico e cultural, museus, bibliotecas, centros culturais e artes plásticas, gráficas, filatelia e numistática.

O processo de inscrição consiste em duas etapas: online e presencial. Na primeira, o interessado deverá preencher o formulário disponível no site da prefeitura. Já na etapa presencial o munícipe deverá comparecer à Secretaria de Cultura e Turismo, localizada na Av.AlpheuGrimello, 981, Taboão, das 8h às 18h, com o requerimento de inscrição, declarações obrigatórias e toda a documentação exigida no edital em mãos.

Os projetos serão avaliados de acordo com critérios como orçamento, capacidade técnica e suficiência das informações prestadas. Os aprovados receberão da prefeitura um certificado para obtenção de recurso do incentivo fiscal, que terá prazo de validade de dois anos para sua utilização, a contar de sua expedição.

Maiores informações na Secretaria de Cultura e Turismo, fone 4034-6570

VIII COLÓQUIO CIDADE E EDUCAÇÃO PATRIMONIAL

O Colóquio “Cidade Educação Patrimonial – por entre histórias e memórias”, com o tema Escravidão, Religiosidade e Cidadania, será realizado no auditório do USF, dia 29 de novembro, às 9 da manhã. Pessoal sempre muito dedicado com as memórias bragantinas. Incansáveis. Vale muito a pena participar.

CINE CLUBE PARADISO

No dia 29 de novembro, às 20 horas, o Cine Clube Paradiso da Sociedade Ítalo-Brasileira apresenta o filme “La Ragazza con pistola”. Sinopse: Assunta (Monica Vitti) é uma jovem moradora da tradicional região da Sicília. Um dia, ela sucumbe ao charme de um homem conquistador, e perde a virgindade com ele. No dia seguinte, o rapaz a abandona e parte para a Inglaterra.

Furiosa, Assunta pega uma arma e vai em busca do rapaz, para forçá-lo a se casar com ela, e manter assim a sua honra. A SIB fica na Rua Cel. Leme, 176, Centro. Não perca esta bela comédia dirigida por Mario Monicelli. A ENTRADA É FRANCA!

Djalma Fernandes é artista plástico; presidente da Associação Bragantina de Artes Plásticas; professor de desenho e pintura; comerciante de materiais artísticos e colunista do Bragança Jornal Diário.